Brasil teve pior crescimento entre Brics no 2º trimestre

O crescimento de 0,5% ante o segundo trimestre de 2011 ficou abaixo do verificado na China (7,6%), na Índia (5,5%), Rússia (4,0%) e África do Sul (3,2%)

Por Da Redação - 31 ago 2012, 12h17

O Brasil registrou o pior crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) no segundo trimestre entre os países dos Brics, grupo formado também por Rússia, Índia, China e África do Sul. O crescimento de 0,5% ante o segundo trimestre de 2011 ficou abaixo do verificado na China (7,6%), na Índia (5,5%), Rússia (4,0%) e África do Sul (3,2%).

Esses países informam seus PIBs apenas na base de comparação com igual trimestre do ano anterior. Entre os países que divulgam seus PIBs na comparação do segundo trimestre com o primeiro trimestre, o Brasil cresceu o mesmo 0,4% que os Estados Unidos e que a Coreia do Sul. Entre os pares latino-americanos, o Brasil ficou atrás do Chile, com alta de 1,7% no PIB do segundo trimestre frente ao primeiro, e do México, com 0,9%.

Leia mais:

Com Brics em baixa, Mist surge como novo oásis econômico

Publicidade

Segundo Rebeca Palis, gerente da Coordenação de Contas Nacionais do IBGE, somente os dois países divulgaram dados entre os vizinhos latino-americanos. “A Índia divulgou hoje o PIB”, afirmou Rebeca, referindo-se à comparação com os Brics.

Na Europa, o cenário foi pior. Tiveram variação negativa no PIB do segundo trimestre Portugal (-1,2%), Itália (-0,7%), Espanha (-0,4%) e Reino Unido (-0,5%). A Alemanha cresceu apenas 0,3% e a Holanda, 0,2%, enquanto a França ficou estagnada. No geral, a União Europeia viu sua economia encolher 0,2% no segundo trimestre ante o trimestre imediatamente anterior. Na Ásia, o Japão cresceu 0,3%.

(Com Agência Estado)

Publicidade