Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Brasil quer relançar Rodada Doha em 2014, diz Dilma

Por cris bouroncle - 19 jun 2012, 16h12

O Brasil expressou a seus sócios do G20 a vontade do governo de relançar a Rodada Doha de liberalização comercial da OMC em 2014, conforme declarou nesta terça-feira a presidente Dilma Rousseff, em meio à reunião de Los Cabos, no noroeste do México.

O Brasil “propõe que em 2014 seja reaberta a discussão da Rodada de Doha”, bloqueada pela questão dos subsídios agrícolas dos países ricos, disse a presidente a jornalistas.

“Não aceitamos prorrogar por prorrogar”, advertiu Dilma, em referência às conversações estagnadas desde 2008 por conta do capítulo agrícola.

A presidente brasileira, que deixou Los Cabos antecipadamente devido à Rio+20, afirmou que no seio do G20 muitos países compartilham dessa posição sobre 2014 como data limite para que sejam estabelecidas novas negociações.

Publicidade

Outros, disse Dilma após conversações com seus pares, querem retomar as negociações em 2015.

“Caso se prorrogue… não haverá Doha”, advertiu Rousseff, que não especificou a que países se referia.

Publicidade