Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasil perde participação em lista de maiores empresas da Forbes

O número de companhias brasileiras caiu de 31 para 25, de um total de 2 mil; México é o segundo país latino-americano em destaque, com dezesseis empresas no ranking

O Brasil ocupa 25 posições no ranking feito pela Forbes com as 2.000 maiores empresas globais. Entre as brasileiras, a melhor posicionada é a Petrobras, que está na 30ª posição geral. Também ganham destaques os dois maiores bancos privados do país: Itaú (46ª posição) e Bradesco (63ª posição). Banco do Brasil, Vale, JBS e o Grupo Pão de Açúcar também são listados.

Contudo, a participação brasileira ainda é muito pequena. O Global 2000 deste ano traz China e Estados Unidos no topo do ranking, ocupando as dez primeiras colocações. Os bancos chineses ICBC, China Construction Bank e Agricultural Bank of China ficaram com os três primeiros lugares, seguidos por JPMorgan, Berkshire Hathaway, Exxon Mobil, General Electric, Wells Fargo, Bank of China e PetroChina. A lista é construída com base em dados como lucro, preço da ação e valor de mercado e elege as maiores e mais poderosas empresas de capital aberto do mundo.

Leia também:

Petrobras é campeã mundial – de queda em ações na bolsa

Primeiro trilionário do mundo deve surgir em até 25 anos

No ranking aparecem companhias de 62 países, contra os 46 que apareceram no primeiro levantamento, em 2003. De acordo com a Forbes, a soma da receita das 2.000 empresas é de 38 trilhões de dólares, que tem lucro de 3 trilhões de dólares. Apesar de a China ocupar cinco das dez primeiras posições, os Estados Unidos (que levaram as outras cinco posições) são o país com as maiores empresas, com 564 das 2.000 (28,2%). Em segundo lugar aparece o Japão, com 225 companhias, apesar de ter perdido 26 empresas este ano. Já em termos de participação, a China foi o país que levou a melhor: adicionou à lista geral 26 companhias.

América Latina – O segundo país latino-americano com mais membros no ranking é o México, com dezesseis companhias. O grupo mexicano é liderado pela gigante das telecomunicações América Móvil, na 115ª colocação, na frente de Femsa (373ª), GFNorte (469ª), Grupo México (529ª) e Modelo (564ª). Também aparecem oito empresas chilenas, seis colombianas, duas venezuelanas, uma peruana e uma porto-riquenha.

A África, embora seja novamente o continente com menor número de empresas na lista, com um total de 25, é destacada pela Forbes por ter somado sete ao número do primeiro levantamento: 15 da África do Sul, cinco da Nigéria, três do Marrocos, uma do Togo e outra de Ilhas Mauricio.

Conheça as 10 maiores empresas brasileiras, segundo a Forbes:

(com agência EFE)