Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Brasil perde participação em lista de maiores empresas da Forbes

O número de companhias brasileiras caiu de 31 para 25, de um total de 2 mil; México é o segundo país latino-americano em destaque, com dezesseis empresas no ranking

Por Da Redação 8 Maio 2014, 22h43

O Brasil ocupa 25 posições no ranking feito pela Forbes com as 2.000 maiores empresas globais. Entre as brasileiras, a melhor posicionada é a Petrobras, que está na 30ª posição geral. Também ganham destaques os dois maiores bancos privados do país: Itaú (46ª posição) e Bradesco (63ª posição). Banco do Brasil, Vale, JBS e o Grupo Pão de Açúcar também são listados.

Contudo, a participação brasileira ainda é muito pequena. O Global 2000 deste ano traz China e Estados Unidos no topo do ranking, ocupando as dez primeiras colocações. Os bancos chineses ICBC, China Construction Bank e Agricultural Bank of China ficaram com os três primeiros lugares, seguidos por JPMorgan, Berkshire Hathaway, Exxon Mobil, General Electric, Wells Fargo, Bank of China e PetroChina. A lista é construída com base em dados como lucro, preço da ação e valor de mercado e elege as maiores e mais poderosas empresas de capital aberto do mundo.

Leia também:

Petrobras é campeã mundial – de queda em ações na bolsa

Primeiro trilionário do mundo deve surgir em até 25 anos

Continua após a publicidade

No ranking aparecem companhias de 62 países, contra os 46 que apareceram no primeiro levantamento, em 2003. De acordo com a Forbes, a soma da receita das 2.000 empresas é de 38 trilhões de dólares, que tem lucro de 3 trilhões de dólares. Apesar de a China ocupar cinco das dez primeiras posições, os Estados Unidos (que levaram as outras cinco posições) são o país com as maiores empresas, com 564 das 2.000 (28,2%). Em segundo lugar aparece o Japão, com 225 companhias, apesar de ter perdido 26 empresas este ano. Já em termos de participação, a China foi o país que levou a melhor: adicionou à lista geral 26 companhias.

América Latina – O segundo país latino-americano com mais membros no ranking é o México, com dezesseis companhias. O grupo mexicano é liderado pela gigante das telecomunicações América Móvil, na 115ª colocação, na frente de Femsa (373ª), GFNorte (469ª), Grupo México (529ª) e Modelo (564ª). Também aparecem oito empresas chilenas, seis colombianas, duas venezuelanas, uma peruana e uma porto-riquenha.

A África, embora seja novamente o continente com menor número de empresas na lista, com um total de 25, é destacada pela Forbes por ter somado sete ao número do primeiro levantamento: 15 da África do Sul, cinco da Nigéria, três do Marrocos, uma do Togo e outra de Ilhas Mauricio.

Conheça as 10 maiores empresas brasileiras, segundo a Forbes:

(com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade