Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasil lidera ranking de países com maior dívida pública da América Latina

Segundo estudo da Cepal, dívida pública líquida, de 37% do PIB no ano passado, é superior à de vizinhos, como Uruguai, Colômbia e Argentina

O Brasil lidera a lista dos países com a dívida pública mais elevada na América Latina, segundo estudo sobre o panorama fiscal da região divulgado nesta segunda-feira pela Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal). De acordo com o relatório, que será detalhado nesta terça-feira, a dívida pública externa brasileira ficou em 63,5% do PIB em 2014. Em termos líquidos, entanto, o montante é bastante inferior (37%), seguido por Uruguai, Colômbia, Argentina, El Salvador, Costa Rica, Honduras e México, com níveis de endividamento moderado (entre 36% e 44% do PIB).

Nos últimos 25 anos, a dívida pública externa da América Latina e do Caribe registrou uma redução notável. No início dos anos 90 representava mais de 70% do PIB, enquanto chegou a 16% no ano passado, revelou o relatório da Cepal. O órgão ligado às Nações Unidas destacou que a carga tributária aumentou cinco pontos percentuais do PIB entre 2000-2013 na região, com uma estrutura de impostos regressiva.

Leia mais:

Pobreza na América Latina não diminuiu em 2014

Falta de liderança na América Latina é a que mais preocupa

A queda dos preços dos produtos básicos é outro dos temas que o relatório faz referência. A queda dos custos implica em “uma redução das receitas provenientes dos recursos naturais não renováveis, que debilitam as finanças públicas dos países exportadores”, aponta o relatório da Cepal.

A Cepal pede para que os países da América Latina continuem promovendo ações para combater a evasão fiscal, reduzir tratamentos preferenciais e, em geral, fortalecer a tributação sobre as rendas de capital.

(Com agência EFE)