Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasil é o quinto país que mais atrai investimento externo

País recebeu US$ 48,4 bi em investimento estrangeiro direto (IED) no ano passado, 87% mais que em 2009; Brasil saltou dez posições no ranking

Pela primeira vez na história, os fluxos de investimentos estrangeiros para países em desenvolvimento superaram os recursos recebidos por economias desenvolvidas

O Brasil foi o quinto país no mundo a receber mais investimentos estrangeiros em 2010, de acordo com o World Investment Report 2011, estudo das Nações Unidas para o Comércio e Desenvolvimento (Unctad), divulgado nesta terça-feira (confira os 10 primeiros colocados na pesquisa). O país saltou dez posições em apenas um ano, recebendo 48,4 bilhões de dólares de investimentos estrangeiros diretos (IED), 87% mais que em 2009. O salto foi influenciado, segundo o relatório, por fatores como o crescimento do mercado interno e as oportunidades relacionadas à realização da Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016.

No ranking, o país ficou atrás de Estados Unidos, China, Hong Kong e Bélgica. Contudo, em 2011, pode subir ainda mais. O país foi citado no relatório como o quarto principal destino dos investimentos estrangeiros previstos até 2013.

ranking dos países que mais recebem investimentos estrangeiros diretos

ranking dos países que mais recebem investimentos estrangeiros diretos (VEJA)

O fluxo de investimento direto no mundo cresceu 5% em 2010, chegando a 1,24 trilhão de dólares, segundo a Unctad. Esse valor, ainda abaixo dos níveis pré-crise, deu-se em um cenário conturbado por crises das dívidas soberanas na Europa, recuperação lenta nos EUA e superaquecimento de economias emergentes.

Emergentes – Pela primeira vez na história, os fluxos de investimentos estrangeiros para países em desenvolvimento superaram os recursos recebidos por economias desenvolvidas. Do total de investimentos realizados no mundo, 51,3% foram destinados a nações emergentes.

Ranking – Os Estados Unidos seguem no topo da lista de países que mais atraem investimentos estrangeiros. Em 2010, o país recebeu 228 bilhões de dólares, uma alta de 49,02% em relação a 2009.

A China também manteve sua posição no ranking, em segundo lugar. No ano passado, o país recebeu 106 bilhões de dólares, com alta de 11,58% em relação a 2009. Hong Kong, tratado pela Unctad separadamente da China, passou do 4º para o 3º lugar com investimentos de 69 bilhões de dólares, 32,69% maior que em 2009.

A Bélgica, um dos maiores saltos do ranking (17ª para a 4ª posição), recebeu 62 bilhões de dólares em investimentos, com elevação de 158,33% em relação a 2009.

Quedas – A Europa está entre os destaques negativos, com queda de 17,3% nos investimentos diretos recebidos.