Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Brasil e México anunciam diálogo sobre revisão de acordo

O Brasil pressiona o México para renegociar após registrar déficit de 1,7 bilhão de dólares na balança comercial bilateral

Por Da Redação - 14 mar 2012, 07h20

Uma delegação brasileira liderada pelo ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, se reunirá nesta quarta-feira com autoridades mexicanas, incluindo o secretário de Economia Bruno Ferrari, para discutir o acordo automotivo entre os dois países, informou o governo do México.

“Na terça-feira, o governo do Brasil informou que aceitou o convite do governo do de México, feito em 9 de março, para reuniões de trabalho na Cidade de México em 14 de março”, afirma um comunicado da secretaria de Economia.

As reuniões de trabalho servirão para “avançar no processo de negociação do Acordo de Complementação Econômica 55” do setor automotivo, completa a nota.

Na sexta-feira, o Brasil propôs ao México limitar as importações de carros por três anos como parte da revisão do acordo bilateral exigido por Brasília para corrigir um déficit na balança comercial.

Publicidade

O Brasil deseja que o México limite os embarques de veículos mexicanos a uma cota anual de 1,4 bilhão de dólares durante três anos.

O México se mostrou reticente a uma revisão nos termos apresentados pelo Brasil por temer que a medida estimule o protecionismo.

Assinado em 2002, o acordo em revisão permite as importações de carros, peças e partes de veículos do México com redução de impostos.

Em fevereiro, o Brasil pressionou o México para renegociar o convênio, depois de registrar um déficit de 1,7 bilhão de dólares na balança comercial bilateral.

Publicidade

(Com agência France-Presse)

Publicidade