Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasil atrai número recorde de turistas estrangeiros em 2016

Olimpíada ajudou a atrair mais visitantes de outros países, que chegaram a 6,6 milhões no ano passado; volume cresceu 4,8% em relação a 2015

O Brasil atingiu o número recorde de 6,6 milhões de visitas de estrangeiros em 2016. O ano em que o país sediou a Olimpíada e a Paralimpíada registrou aumento de 4,8% na entrada de turistas de outros países em relação ao ano anterior. Em 2014, quando o Brasil sediou a Copa do Mundo, o número de estrangeiros foi de 6,4 milhões.

O movimento histórico dos turistas estrangeiros injetou na economia brasileira o montante de 6,2 bilhões de dólares. O montante equivale a mais de 21 bilhões de reais e é 6,2% maior do que o registrado em 2015. A entrada de recursos não foi recorde como o número de visitantes devido às variações do câmbio, que se refletem diretamente no turismo.

Os dados foram divulgados nesta quarta-feira pelo Ministério do Turismo, com informações do Banco Central e da Polícia Federal. “Os números são extremamente positivos. Se comparados com o contexto internacional, mostram que ainda podemos avançar muito, mas comprovam que soubemos aproveitar os megaeventos que realizamos no país”, afirmou o ministro do Turismo, Marx Beltrão.

O perfil da maior parte dos visitantes que desembarcaram no Brasil de janeiro a dezembro é de latinos e norte-americanos, seguidos de europeus. Os argentinos mantiveram a tradicional liderança entre os visitantes ao ultrapassarem a marca de 2,1 milhões de turistas. Os Estados Unidos ocuparam o segundo lugar, com o envio de 600.000 pessoas. Em seguida, aparecem na lista Chile, Paraguai, Uruguai, França, Alemanha, Itália, Inglaterra, Portugal e Espanha.

O lazer é o principal objetivo da viagem, apontado por metade dos turistas. A mesma proporção de turistas ficou em hotéis, flats ou pousadas e viajou em família ou de casal. Cerca de 30% do total de viajantes foram influenciados por amigos e parentes e 40% se informaram pela internet. Os dados farão parte da Demanda Turística Internacional, estudo elaborado anualmente pelo Ministério do Turismo e que só deve ser divulgado em detalhes no fim do semestre.

Expectativa de crescimento

Para 2017, a expectativa é que o fluxo de estrangeiros no país cresça em torno de 6%, mesma tendência de crescimento registrada em outros países que sediaram Olimpíadas, no ano seguinte ao evento. A Inglaterra, por exemplo, país que sediou os Jogos antes do Brasil, registrou aumento médio de 5% ao ano depois do megaevento. O último crescimento registrado no país antes dos Jogos tinha sido de 0,92%.

O aumento no fluxo no Brasil também é esperado devido ao retorno positivo dos turistas ouvidos pelo Ministério do Turismo no período dos Jogos. A pesquisa mostra que mais de 87% dos estrangeiros pretendem voltar ao Brasil e que 94,2% dos brasileiros querem retornar ao Rio de Janeiro.

Para garantir a continuidade do movimento alto de turistas, o governo prepara um pacote de medidas que deve ser lançado ainda no primeiro semestre deste ano. “O desafio do Ministério do Turismo é transformar o ganho de imagem em geração de emprego, o desejo de retorno do turista internacional em realidade, além de fazer os brasileiros conhecerem mais os destinos domésticos. Para isso, estamos investindo na melhoria de infraestrutura, qualificação de mão de obra e promoção dos nossos destinos”, informou o ministério.

Grande parte dos hóspedes esperados já deve chegar no verão. O Ministério estima que o número de viagens pelo Brasil nos meses mais quentes (de dezembro a fevereiro) deve chegar a 73,4 milhões, número ligeiramente superior às 72,8 milhões de viagens realizadas no verão de 2015.

Em 2016, o Ministério do Turismo recebeu 235,9 milhões de reais, o terceiro pior orçamento da Esplanada. Com a liberação de alguns créditos e recursos para PAC, o ano fechou com o valor empenhado de 671,4 milhões de reais.

Segundo a pasta, os recursos devem ser ampliados em 2017. “O turismo é uma das atividades que mais dão retorno, mesmo com investimentos mínimos. Acredito que se conseguirmos passar as medidas que estamos trabalhando com o apoio da Casa Civil, esse problema de recursos estará sanado”, disse Beltrão.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Micky Oliver

    Se não fosse a bandidagem que assola este país, o número seria ainda maior, pois, o Brasil tem um enorme potencial turístico que o governo corrupto não explora como deveria!

    Curtir

  2. Sugiro que sejam empalhadas os corpos e as cabeças dos meliantes para que sejam expostos em um museu do tipo da Madame Tussaud ou Grévin em Manaus. Seria uma ótima oportunidade para gerar emprego pois já estamos adquirindo e consolidando a fama internacional do país dos horrores : um horror na política , na justiça (tirando a honrosa exceção do Sérgio Moro & equipe + a banda boa da PF) , nas cadeias, na ética dos falsos empresários etc…

    Curtir

  3. paulo giovanili

    Verdade, foi uma infestação de baratas argentinas !!! Deus nos livre dessa praga !

    Curtir

  4. Foram só os muchileiros que vieram para a olimpíada…

    Curtir