Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasil atinge 191,5 milhões de celulares em setembro

Penetração da telefonia móvel – relação entre o número de linhas e o total da população – já é de quase 100%

A base de celulares no Brasil atingiu em setembro um crescimento de 1,08% frente a agosto, para 191,5 milhões de acessos, segundo dados divulgados nesta sexta-feira pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). No mês passado foram adicionadas 2 milhões de habilitações, ampliando a penetração da telefonia móvel (relação entre o número de linhas e o total da população) para 98,98% da população, contra 97,96% em agosto.

De acordo com a Anatel, do total de acessos móveis no país, 82,14% são pré-pagos, enquanto os demais são pós-pagos. O total de novos acessos registrados entre janeiro e setembro é de 17,5 milhões, o que representa o segunda maior já conquistado neste intervalo, atrás apenas do contabilizado em igual período de 2008.

Liderança – Entre as companhias de telefonia móvel, a Vivo, unidade da Telefónica no Brasil, terminou setembro com uma participação de mercado de 30,14%, ante 30,23% em agosto, com um total de 57,7 milhões de clientes. Na segunda posição aparece a Claro, braço brasileiro de telefonia celular do conglomerado América Móvil, que encerrou o mês passado com 25,47% de ‘market share’, contra 25,43% em agosto, com 48,8 milhões de assinantes.

Em seguida aparece a TIM Participações, que obteve o maior ganho do período entre as quatro maiores operadoras. No fim de setembro, a companhia tinha 24,52% de participação de mercado, contra 24,25% em agosto, totalizando 46,9 milhões de usuários. Já a Oi terminou o mês passado com 19,51% de ‘market share’, abaixo dos 19,74% em agosto, com quase 37,4 milhões de clientes.