Clique e assine a partir de 9,90/mês

Bradesco e Santander têm queda no lucro do 4º tri

O Bradesco encerrou o 4º trimestre com lucro líquido de R$ 2,7 bilhões, queda de 8,7% em relação mesmo período de 2010, abaixo do esperado pelo mercado

Por Da Redação - 31 jan 2012, 06h40

O banco Santander Brasil apresentou nesta terça-feira lucro líquido de 3,557 bilhões de reais para 2011, abaixo dos 3,863 bilhões apurados no ano anterior

Os bancos Bradesco e Santander anunciaram nesta segunda-feira seus balanços referentes ao ano de 2011. O Bradesco encerrou o quarto trimestre com lucro líquido de 2,726 bilhões de reais, uma queda de 8,7% em relação mesmo período de 2010, num resultado abaixo do esperado pelo mercado. Já o banco Santander Brasil registrou lucro líquido de R$ 1,799 bilhão no quarto trimestre de 2011, seguindo o padrão contábil internacional, o IFRS, o que representa uma queda de 0,2% ante o terceiro trimestre de 2011.

No ano de 2011, o Bradesco lucrou 11,028 bilhões de reais, crescimento de 10% na comparação com 2010. O retorno anualizado sobre o patrimônio líquido médio ficou em 21,3%.

A previsão média de analistas consultados pela Reuters para este item apontava lucro recorrente de 2,92 bilhões de reais no período.

Continua após a publicidade

No final de 2011, a carteira de crédito do Bradesco era de 345,72 bilhões de reais, com um avanço anual de 17,1 por cento.

O banco prevê que a carteira de crédito crescerá entre 18% e 22% neste ano, mais rápido do que em 2011, na esperança de uma sólida recuperação da economia durante a segunda metade do ano, informou o banco nesta terça-feira.

O índice de inadimplência, medido pelo saldo de operações vencidas com prazo superior a 90 dias, foi de 3,9%, ante 3,6% doze meses antes.

Nos últimos três meses de 2011, as despesas do banco com provisões para perdas com crédito somaram 2,661 bilhões de reais, ante 2,295 bilhões de reais no último trimestre do ano anterior.

Continua após a publicidade

Santander – O banco Santander Brasil apresentou nesta terça-feira lucro líquido de 3,557 bilhões de reais para 2011, abaixo dos 3,863 bilhões apurados no ano anterior. Com isso, o país contribui com 28% do lucro da América Latina, que pela primeira vez por mais da metade do lucro do grupo, concretamente 51%.

A carteira de crédito ampliada do banco espanhol fechou o ano em R$ 208,9 bilhões, alta de 4,8% ante o terceiro trimestre e de 21,3% em 12 meses. Os ativos totais somaram R$ 400 bilhões em dezembro, queda de 3,6% na comparação com o terceiro trimestre de 2011 e elevação de 6,7% frente aos R$ 374,663 bilhões do final de 2010.

O Banco Santander Brasil registrou lucro líquido de R$ 1,799 bilhão no quarto trimestre de 2011, seguindo o padrão contábil internacional, o IFRS, o que representa uma queda de 0,2% ante o terceiro trimestre de 2011. Em 2011, o banco apresentou lucro líquido de R$ 7,755 bilhões, alta de 5,1% ante 2010.

A carteira de crédito ampliada do banco fechou o ano em R$ 208,9 bilhões, alta de 4,8% ante o terceiro trimestre e de 21,3% em 12 meses. Os ativos totais somaram R$ 400 bilhões em dezembro, queda de 3,6% na comparação com o terceiro trimestre de 2011 e elevação de 6,7% frente aos R$ 374,663 bilhões do final de 2010.

Continua após a publicidade

O banco fechou o quarto trimestre com patrimônio líquido final de R$ 78,032 bilhões, alta de 1,4% ante os R$ 76,992 bilhões do terceiro trimestre de 2011 e de 6,4% ante os R$ 73,364 bilhões do final de 2010.

(Com Agência Estado e Reuters)

Publicidade