Clique e assine a partir de 8,90/mês

BOVESPA-Índice cai com PIB chinês e queda em commodities

Por Da Redação - 18 out 2011, 11h36

SÃO PAULO, 18 de outubro (Reuters) – A Bovespa recuava nesta terça-feira, refletindo o pessimismo do mercado com a desaceleração da China, que também impactava nas commodities.

Às 12h35, o Ibovespa caía 0,76 por cento, a 53.498 pontos. O giro financeiro da sessão era de 1,33 bilhão de reais.

Na Bolsa de Nova York, o índice Dow Jones caía 0,2 por cento, enquanto na Europa o índice que reúne as principais ações da região perdia 0,8 por cento.

Segundo Luiz Gustavo Pereira, analista da UM Investimentos, a expansão de 9,1 por cento do PIB da China no terceiro trimestre, o terceiro período seguido de arrefecimento, era o principal fator de desânimo dos investidores.

“O Ibovespa é impactado pelo PIB Chinês um pouco decepcionante, e que influencia também nas commodities”, afirmou. “Ainda tem um crescimento forte, mas já percebemos uma desaceleração principalmente por causa de importações da Europa”, completou.

Continua após a publicidade

O índice de commodities Reuters-Jefferies caía 0,9 por cento e influenciava as blue chips brasileiras. A ação preferencial da Vale recuava 2,2 por cento, a 37,89 reais. A da Petrobras perdia 0,9 por cento, a 19,13 reais.

Para o restante do dia a perspectiva é de que o Ibovespa permaneça em queda, atento as notícias sobre a crise da dívida na zona do euro.

“O otimismo da semana passada foi ofuscado e já há realizações fortes em função de nova aversão ao risco”, lembrou o analista.

Na noite de segunda-feira, a Moody’s alertou que pode revisar para negativa a perspectiva da nota de crédito “Aaa” da França nos próximos três meses se o país não fizer progressos em suas reformas econômicas e fiscais.

(Por Roberta Vilas Boas; Edição de Aluísio Alves)

Continua após a publicidade
Publicidade