Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

BOVESPA-Índice acentua perdas com temor sobre crise europeia

Por Da Redação 5 jun 2012, 15h32

SÃO PAULO, 5 Jun (Reuters) – O principal índice da Bovespa não conseguiu sustentar o movimento de alta verificado na manhã desta terça-feira e se firmava no campo negativo nesta tarde, com a preocupação com a situação dos bancos na Espanha e com dados fracos de atividade tirando ânimo dos investidores.

Às 15h30, o Ibovespa recuava 1,12 por cento, a 52.720 pontos. Na máxima do dia até o momento, o índice chegou a subir 0,94 por cento, a 53.917 pontos. O giro financeiro do pregão era de 3,25 bilhões de reais.

“A bolsa tentou uma recuperação, mas esse movimento não se consolida, porque a preocupação com o cenário externo continua forte”, disse Luciano Rostagno, estrategista do Banco WestLB. “O mercado fica um pouco reticente com a percepção de que a qualquer momento pode vir uma notícia ainda mais negativa.”

Mais cedo nesta terça-feira, o ministro do Tesouro da Espanha, Cristóbal Montoro, expressou temor de que seus altos yields se traduzam em perda de acesso aos mercados de crédito e sugeriu que a União Europeia deveria ajudar o governo espanhol arecapitalizar seus bancos endividados.

As blue chips pesavam no índice, com a ação ordinária da OGXcaindo 4,08 por cento, a 9,40 reais. A preferencial da Petrobras recuava 1,52 por cento, a 18,82 reais, enquanto a da Vale tinha baixa de 0,53 por cento, a 35,83 reais.

A ação ordinária da Usiminas tinha queda de 7,74 por cento, a 8,22 reais, e era a maior baixa da sessão, seguida por B2W, que caía 6,9 por cento, a 5,13 reais. Na noite da véspera, a B2W informou que seu Conselho de Administração aprovou a emissão de 300 milhões de debêntures simples.

Na outra ponta, Marfrig era destaque, com alta de 1,65 por cento, a 8,61 reais, seguida por Cielo, que avançava 1,1 por cento, a 55,10 reais.(Por Danielle Assalve; Edição de Roberta Vilas Boas)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês