Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bovespa abre em queda em dia de feriado nos EUA

Por Olivia Bulla

São Paulo – A ausência do principal mercado acionário de referência, por causa do feriado de Independência nos Estados Unidos nesta quarta-feira abre espaço para a Bovespa engatar a primeira sessão de queda em julho, depois de subir quase 6% nos últimos três dias. O volume financeiro também tende a perder vigor, ainda mais diante de uma agenda econômica esvaziada ao redor do mundo. Os investidores seguem à espera das decisões de política monetária de bancos centrais europeus, na quinta-feira, e do relatório sobre o mercado de trabalho norte-americano, na sexta-feira. Às 10h03, o Ibovespa caía 0,50%, aos 55.503,03 pontos, na mínima.

“A Bolsa esticou muito desde sexta-feira e hoje deve realizar um pouco”, avaliou um operador da mesa de renda variável de uma corretora paulista, que falou sob a condição de não ser identificado. Ele se refere à alta de pouco mais de 3% do Ibovespa ao final do mês passado e a continuidade dos ganhos na segunda-feira e na terça-feira. No período, o índice à vista pulou da casa dos 52 mil pontos para a dos 55 mil pontos.

Mas o mercado acionário doméstico não deve ter forças para buscar novas marcas nesta quarta-feira. Até porque as bolsas internacionais também operam no vermelho, dando sinais de cansaço após o rali recente e antes de eventos de peso previstos ainda nesta semana na Europa e nos EUA.

Os investidores seguem esperançosos de que uma nova rodada de estímulos econômicos será ativada, em breve, pelos principais bancos centrais globais. Além disso, uma nova rodada de dados de atividade, desta vez do setor de serviços, aponta dinamismo menor na China e contração na Alemanha.

No horário acima, as principais bolsas europeias operavam em baixa. Em Wall Street, o futuro do S&P 500 também caía, mas as Bolsas de Nova York não funcionam por causa do Dia da Independência dos EUA. Na quinta-feira os negócios por lá voltam a funcionar normalmente.