Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Bovespa abre em alta, mas exterior mantém volatilidade

Por Da Redação 21 set 2011, 10h11

Por Olívia Bulla

São Paulo – Mais uma vez de olho nos desdobramentos vindos da Europa e dos EUA, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) abriu o pregão de hoje em alta, embora a direção para o dia permaneça indefinida, com os negócios locais reféns da oscilação dos mercados no exterior. As atenções seguem voltadas para as negociações na Grécia e no anúncio da decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed, banco central norte-americano). Às 10h03, índice Bovespa (Ibovespa) subia 0,47%, aos 56.645,01 pontos.

“Dependendo do comportamento do Fed hoje, a Bolsa poderá (ou não) ter continuidade do movimento ascendente anterior, como o pregão de ontem tendo sido apenas uma pausa”, comenta, em relatório, a equipe de analistas do BB Investimentos, referindo-se à queda de 1,27% na sessão desta terça-feira, com o Ibovespa fechando na pontuação mínima do dia. “Todavia, caso o Fed termine por frustrar os mercados financeiros, realizações mais fortes tendem a ocorrer”, ressaltam os profissionais, no documento.

O Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc) do Fed anuncia sua decisão de política monetária às 15h15. Boa parte do mercado acredita que o Banco Central dos EUA anunciará medidas para trocar os papéis de curto prazo que possui em seu portfólio por bônus de prazo mais longo. “A questão maior hoje é sobre a postura do Fed que será anunciada, após a decisão. Os agentes esperam que sejam divulgadas medidas de estímulo econômico e financeiro”, citam, em outro trecho, os analistas do BB Investimentos.

A Europa também mantém pressão sobre os mercados financeiros. O governo da Grécia deve fazer um anúncio ainda hoje sobre novas medidas de austeridade fiscal, segundo informou um dos porta-vozes do país mediterrâneo. O anúncio se seguirá a uma reunião ministerial que foi convocada para hoje.

Continua após a publicidade
Publicidade