Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Bolsas operam no azul, mas ainda mostram apreensão em relação à Europa

O risco de rebaixamento de países da região também agravou a tentativa de recuperação

Por Da Redação 13 dez 2011, 06h55

Os mercados financeiros globais tentam ensaiar uma melhora nesta terça-feira, mas as preocupações sobre o longo caminho que a Europa ainda precisa percorrer para resolver a crise de dívida soberana limitam a recuperação. Nesse panorama, o risco de rebaixamento do rating de países da região é mais um componente desfavorável.

Nos Estados Unidos, são aguardados os dados de varejo e estoques empresariais. Embora muitos analistas achem que uma nova rodada de compras de títulos do Tesouro americano irá acontecer eventualmente, não há perspectivas no momento.

Ás 10h da manhã, o índice europeu FTSEurofirst 100 apresentava variação positiva de 0,76%, enquanto o CAC-40, da Bolsa de Paris, subia 0,49%. Em Frankfurt, o DAX-30 avançava 0,99%. Em Tóquio, o Nikkei fechou em baixa de 1,17%, já a bolsa chinesa Shenzhen acumulou queda de 2,92%. As bolsas asiáticas fecharam em baixa nesta terça-feira, refletindo incertezas sobre a capacidade da Europa em controlar o contágio da crise.

Em relação ao real, o dólar abriu o pregão desta terça-feira em queda de 0,08%, a 1,85 real, após avançar cerca de 2% na segunda-feira.

(Com Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade