Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bolsas europeias fecham com baixas expressivas

As principais Bolsas europeias fecharam nesta segunda-feira com fortes baixas, em um mercado tenso com as ameaças das agências de classificação financeiras de reduzir a nota da Eurozona e das dúvidas sobre a eficácia das medidas adotadas na última reunião de cúpula europeia.

A Bolsa de Milão liderou as perdas com o principal índice, o FTSE Mib, em baixa de 3,79%, a 14.897 pontos. Todos os valores acabaram no vermelho, mas os bancos foram os que mais perderam: Banca Popolare dell’Emilia Romagna recuou 9,45%, Banca Monte dei Paschi di Siena 8,83% e Banco Popolare 7,76%.

Em Frankfurt, o índice Dax cedeu 3,36%, a 5.785,43 pontos, arrastado pela queda dos valores financeiros. O Commerzbank perdeu 7,84% e a seguradora Allianz 6,49%.

O IBEX 35 de Madri fechou em queda de 3,11% (8.381 pontos). O Banco Santander, líder na Eurozona em capitalização, perdeu 4,22% e o BBVA, segundo maior banco espanhol cedeu 3,93%.

O CAC 40 da Bolsa de Paris perdeu 2,61%, a 3.089,59 pontos.

Em Londres, o índice Footsie-100 fechou em queda de 1,83%, uma baixa de 101,35 pontos, a 5.427,86 unidades.