Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bolsas europeias caem com aumento dos temores de calote grego

LONDRES, 6 Fev (Reuters) – O principal índice das ações europeias fechou em queda nesta segunda-feira, com investidores de curto prazo embolsando ganhos recentes, após o aumento das preocupações quanto a um possível calote desordenado da Grécia. Além disso, pesou o fato de os líderes políticos do país ainda discutirem os termos de um segundo resgate.

O FTSEurofirst 300 caiu 0,14 por cento e fechou a 1.075 pontos, em números preliminares.

O índice, contudo, conseguiu fechar acima de um nível de resistência pela segunda sessão consecutiva, o que demonstrou quão forte havia sido o impulso do rali da semana passada, puxado por dados econômicos positivos nos Estados Unidos.

“Estamos vendo clientes de curto prazo vendendo após a alta, precisamos de certeza sobre a Grécia para o rali ser sustentado”, disse o diretor de vendas da Capital Spreads, Angus Campbell.

“Mas, a menos que a Grécia tenha um default desordenado, o impulso do semana passada não será revertido em um dia. Podemos ver mais uma alta de mais um poucos percentuais se houver um resultado positivo sobre a Grécia, mas ainda há muitas ameaças ao mercado.”

As ações da Glencore ficaram entre as de pior desempenho, com queda de 4,52 por cento, depois que corretoras disseram que a trader de commodities pode pagar um prêmio pesado em sua fusão proposta com a Xstrata.

Em LONDRES, o índice Financial Times caiu 0,15 por cento, a 5.892 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX recuou 0,03 por cento, para 6.764 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 baixou 0,66 por cento, a 3.405 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib desceu 0,3 por cento, para 16.389 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 perdeu 0,29 por cento, a 8.835 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 declinou 0,17 por cento, para 5.481 pontos.

(Reportagem de Joanne Frearson)