Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Bolsas dos EUA fecham em alta diante de plano europeu

Por Da Redação 12 out 2011, 18h23

Por AE

Nova York – Os principais índices do mercado de ações dos EUA fecharam em alta, embebidos no otimismo dos investidores após a Comissão Europeia apresentar propostas preliminares de um plano para fortalecer o setor bancário da região. Mais cedo, o presidente da Comissão Europeia, José Manuel Barroso, disse que as autoridades locais devem coordenar esforços para recapitalizar os bancos por meio de injeções de capital privado e público.

Segundo ele, é necessário deixar clara a exposição de todos os bancos de importância sistêmica a dívidas soberanas e introduzir exigências de capital mais altas, ainda que temporariamente, depois de contabilizadas as posições das instituições financeiras.

Barroso afirmou que os bancos com baixo nível de capital deveriam ser impedidos pelos reguladores de pagar bônus ou dividendos e acrescentou que levará esses planos a uma reunião de ministros de Finanças da União Europeia agendada para 23 de outubro.

O Dow Jones subiu 102,55 pontos, ou 0,90%, para 11.518,85 pontos. O Nasdaq avançou 21,70 pontos, ou 0,84%, para 2.604,73 pontos, enquanto o S&P 500 teve alta de 11,71 pontos, ou 0,98%, para 1.207,25 pontos. Com os ganhos de hoje, o índice Dow Jones passa a acumular ganho de 5,6% no mês, registrando seu quinto melhor início de outubro desde 1900.

“Para aqueles entre nós que adotaram um otimismo cauteloso, a última semana foi boa, mas acho que estamos de certa forma presos a este intervalo e conduzidos pelas manchetes. A única diferença é que as notícias têm sido positivas recentemente”, disse Peter Coleman, diretor de pesquisas do JMP Securities. “Claramente não estamos fora de perigo. Ainda estamos presos numa economia lenta e morosa e nessa questão da dívida europeia. Basta apenas um choque negativo e estamos de volta à recessão”, acrescentou.

Os ganhos da sessão de hoje foram puxados pelos setor bancário. As ações do JPMorgan Chase subiram 2,79%, enquanto as do Bank of America avançaram 3,30%. O Citigroup fechou em alta de 4,96%. Fora do segmento financeiro, a Pepsico teve ganho de 2,87% depois de anunciar resultados financeiros para o terceiro trimestre que superaram as estimativas do mercado.

Entre os destaques de queda, a Alcoa perdeu 2,43% depois de ter anunciado ontem, após o fechamento das bolsas norte-americanas, um lucro por ação menor que o esperado para o terceiro trimestre. O dia também não foi bom para a Research in Motion (RIM), a fabricante do Blackberry, cujas ações recuaram 2,17% em meio ao terceiro dia consecutivo de panes em alguns dos serviços oferecidos pelo smartphone em todo o mundo. As informações são da Dow Jones.

Continua após a publicidade

Publicidade