Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bolsas da Europa fecham sem direção comum

Por Gabriel Bueno

Londres – As bolsas europeias fecharam sem direção definida hoje. Os investidores estão retraídos, à espera de novidades na reunião de líderes da União Europeia (UE), que buscam um plano para enfrentar a crise da dívida soberana. O pacote esperado deve ter três elementos principais: a recapitalização dos bancos europeus, a reestruturação da dívida da Grécia e a alavancagem do fundo de resgate da zona do euro de 440 bilhões de euros.

Ao longo do dia, os investidores tiveram de digerir várias reportagens, incluindo uma da agência Bloomberg de que as conversas na UE com os bancos sobre um desconto nos bônus da Grécia estavam em um impasse. A resolução do tema da dívida grega é vista por muitos analistas como crucial para o fim da crise da dívida.

O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou hoje em alta de 0,21%, em 240,80 pontos. Entre as ações de bancos, UniCredit ganhou 0,9% em Milão, Société Générale recuou 1,2% em Paris e Commerzbank ganhou 0,9% em Frankfurt. Já os principais índices da Europa tiveram sinais divergentes.

Na Alemanha, o DAX 30 caiu 0,51%, a 6.016,07 pontos. O Deutsche Boerse fechou em queda de 3,2%. As ações da Adidas caíram 3%, após a fabricante de materiais esportivos ser rebaixada de “overweight” para “equal-weight” pelo Morgan Stanley, que disse que o risco potencial de uma desaceleração na China pode afetar a empresa.

As ações da Merck ganharam 8,5%, após a companhia do setor químico e farmacêutico da Alemanha informar sobre um aumento de 7,5% em seu lucro líquido e confirmar sua previsão de lucro para o ano.

Na França, o índice CAC-40 caiu 0,15%, para 3.169,62 pontos, com BNP Paribas recuando 2,5%. A fabricante de automóveis Peugeot Citroën também cedeu (-0,9%). A Peugeot afirmou esperar que o lucro operacional para o ano em sua divisão de automotores fique próximo do ponto de equilíbrio, citando a intensificação das pressões sobre os preços na Europa desde setembro. A companhia informou que pretende economizar 800 milhões de euros em 2012.

No Reino Unido, o índice FTSE 100 subiu 0,50%, para 5.553,24 pontos. A mineradora de prata Fresnillo avançou 4,4%, puxada por altas nos preços da prata e do ouro.

Na Itália, o índice FTSE MIB fechou quase estável, com alta de 0,07%, em 16.071,92 pontos. O banco Intesa avançou 0,4%.

Na Espanha, o Ibex 35 teve perda de 0,53%, para 8.832,50 pontos. Entre os bancos, Santander e BBVA recuaram 1,3% cada, Popular recuou 1,2% e Sabadell perdeu 1%. Já o índice PSI 20, da Bolsa de Lisboa, cedeu 0,18%, a 5.840,21 pontos. As informações são da Dow Jones.