Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Bolsas asiáticas têm forte elevação; HK avança 1,5%

Por Da Redação 8 fev 2012, 07h17

Por Dow Jones

Tóquio, 8 – A maioria dos mercados da Ásia fechou em acentuada alta nesta quarta-feira. Parte deles reagiu com otimismo sobre a situação da dívida grega, em meio às expectativas de um acordo sobre cortes orçamentários adicionais necessários para garantir um segundo resgate financeiro para o país europeu. Outras bolsas reagiram positivamente a notícias vindas da China.

Este foi o caso na Bolsa de Hong Kong, que fechou no maior patamar em seis meses. As imobiliárias lideraram a alta, com a informação de que o banco central chinês solicitou que os bancos de crédito atendam à demanda por hipotecas de compradores do primeiro imóvel. O Hang Seng subiu 319,27 pontos, ou 1,5%, e encerrou aos 21.018,46 pontos, no maior fechamento desde 4 de agosto.

Já as Bolsas da China apresentaram forte recuperação técnica, com o rali de empresas peso pesado na sessão da tarde. O Xangai Composto ganhou 2,4% e terminou aos 2.347,53 pontos. O Shenzhen Composto subiu 2,8%, aos 893,82 pontos.

Em Taiwan, a Bolsa de Taipé finalizou o pregão no maior nível desde 4 de agosto. O índice Taiwan Weighted avançou 2,11%, aos 7.869,91 pontos.

A Bolsa de Seul, na Coreia do Sul, também encerrou no azul. O índice Kospi subiu 1,12%, aos 2.003,73 pontos, no maior patamar em mais de seis meses. Isso se deu em virtude da grande liquidez gerada pela compras de ações locais por investidores estrangeiros (sobretudo no setor químico e tecnológico).

Continua após a publicidade

Na Austrália, a Bolsa de Sydney subiu ligeiramente. O índice S&P/ASX avançou 0,39%, aos 4.290,70 pontos.

A Bolsa de Manila, nas Filipinas, fechou em alta, com o sentimento do investidor também estimulado pelas perspectivas de cortes adicionais na taxa de juros. O PSEi subiu 1%, aos 4.805,80 pontos.

Após dois dias de feriado, a Malásia retornou em alta. O índice KLCI, composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, avançou 0,9% e terminou aos 1.553,18 pontos, liderado pelos ganhos no conglomerado Sime Darby (+2,3%) e algumas ações do setor financeiro.

Em linha com os ganhos regionais, especialmente os de Xangai, a Bolsa de Cingapura encerrou em elevação. O Straits Times Index (STI) subiu 0,9% e terminou aos 2.983,77 pontos.

Na Indonésia, o índice composto da Bolsa de Jacarta subiu 0,8%, aos 3.988,699 pontos, com compras por parte de fundos institucionais.

A Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, teve alta acentuada. O índice SET ganhou 1,4%, para 1.116,08 pontos, o maior fechamento em seis meses.

Continua após a publicidade
Publicidade