Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bolsas asiáticas fecham em baixa depois do alerta da S&P

As bolsas de valores asiáticas fecharam em baixa nesta terça-feira, depois que a agência de classificação de risco Standard & Poor’s alertou que pode rebaixar vários países da zona do euro se os líderes da região não conseguirem produzir um plano crível para resolver a crise de dívida durante a cúpula desta semana. O alerta sem precedentes da S&P interrompeu o rali que começou na semana passada nos mercados e que continou na segunda-feira, quando os líderes de França e Alemanha concordaram em um plano para tirar a zona do euro da crise.

“Estamos entrando em uma fase crítica”, disse Kenichi Hirano, diretor de operações da Tachibana Securities, em Tóquio. “Há alta expectativa no mercado por acontecimentos positivos na reunião de líderes europeus nesta semana, e se houver qualquer indício de que as decisões estejam sendo adiadas, isso terá consequências muito negativas para o mercado.” A S&P disse a 15 dos 17 países da zona do euro, incluindo Alemanha, França e quatro outros com nota “AAA”, que pode rebaixá-los dentro de 90 dias, dependendo do resultado da cúpula de sexta-feira.

O índice MSCI das ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão caía 1,53%, pressionado principalmente pelas companhias ligadas a recursos naturais, nesta terça. Em Tóquio, o índice Nikkei recuou 1,38%, para 8.575 pontos. O índice de Seul encerrou em baixa de 1,04%, aos 1.902 pontos. O mercado perdeu 1,24% em Hong Kong, para 18.942 pontos, e a bolsa de Taiwan tombou 2%, a 6.956 pontos. O índice referencial de Xangai declinou 0,31%, aos 2.325 pontos. Cingapura retrocedeu 0,61%, para 2.749 pontos, e Sydney fechou com desvalorização de 1,37%, a 4.261 pontos.

(Com agência Reuters)