Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Bolsas asiáticas caem com temor sobre Itália; HK -5,3%

Por Da Redação 10 nov 2011, 07h10

Por Ricardo Criez e Roberto Carlos dos Santos

Tóquio – As Bolsas da Ásia apresentaram fortes baixas. O aprofundamento da crise da dívida europeia, com temores sobre a Itália, abalou os investidores.

Este foi o caso na Bolsa de Hong Kong, que teve a maior baixa porcentual em três meses, devolvendo os ganhos das últimas duas semanas. O índice Hang Seng caiu 1.050,54 pontos, ou 5,3%, e encerrou aos 18.963,89 pontos.

As Bolsas da China também foram influenciadas pela realização de lucros no setor financeiro, após as exportações chinesas mostrarem sinais adicionais de declínio. O índice Xangai Composto caiu 1,8% e terminou aos 2.479,54 pontos. O índice Shenzhen Composto deslizou 1,2% e encerrou aos 1.058,72 pontos.

O yuan recuou ante o dólar uma vez que o banco central direcionou as cotações fortemente para baixa via a taxa diária de referência, e após dados de exportação diluírem as expectativas de significante apreciação da divisa chinesa. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,3459 yuans, de 6,3402 yuans ontem. A taxa de paridade central dólar-yuan foi fixada em 6,3329 yuans, de 6,3207 yuans ontem.

Já a Bolsa de Seul, na Coreia do Sul, fechou em pesada queda, com estrangeiros vendendo ações domésticas e investidores preocupados com a situação na Europa, que poderia repetir a turbulência financeira de 2008. O índice Kospi recuou 4,9% e terminou aos 1.813,25 pontos, a maior perda porcentual diária desde 23 de setembro.

Continua após a publicidade

A Bolsa de Taipé, em Taiwan fechou na mínima do mês, liderada por ações de empresas financeiras e de exportação. O aprofundamento da crise italiana estimulou preocupações sobre a saúde da economia de Taiwan e seu sistema bancário. O índice Taiwan Weighted recuou 3,35% e encerrou aos 7.308,68 pontos.

Na Austrália, a Bolsa de Sydney também encerrou o dia no campo negativo, diante das notícias adversas. O índice S&P/ASX 200 retrocedeu 2,35% e fechou aos 4.244.1 pontos.

Nas Filipinas, a Bolsa de Manila fechou no vermelho. O índice PSE recuou 1,41% e terminou aos 4.285,06 pontos.

A Bolsa de Cingapura encerrou em baixa, com preocupações sobre a Itália e perdas inesperadas de Noble Group no terceiro trimestre. O índice Straits Times caiu 2,5% e fechou aos 2.786,90 pontos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, recuou 1,9% e fechou aos 3.783,88 pontos, pouco acima da mínima do dia devido à decisão do banco central de reduzir a taxa de juros em 50 pontos-base, para 6% ao ano.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, perdeu 0,25% e fechou aos 965,46 pontos.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, recuou 1,1% e fechou aos 1.472,65 pontos, acompanhando as vendas nos mercados europeus. As informações são da Dow Jones

Continua após a publicidade
Publicidade