Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bolsa sobe quase 1% impulsionada por retomada na produção de petróleo

Dólar recua 0,3%, sendo negociado em R$ 4,08 para a venda, à espera da reunião do Federal Reserve

Ibovespa, principal índice da bolsa de valores brasileira, encerrou o pregão desta terça-feira, 17, com alta de 0,9%, fechando aos 104.616 pontos. A valorização da bolsa se deve à mitigação do receio de uma recessão internacional do petróleo, na medida em que notícias divulgadas nesta terça-feira informaram que a produção saudita se recuperará em breve. “Houve diminuição de aversão ao risco. A retomada da produção de petróleo pela Arábia Saudita teve um efeito tranquilizador nos mercados”, afirma André Perfeito, economista-chefe da Necton.

Ademais, investidores esperam que o Copom adote política monetária pautada pelo corte nos juros, seguindo a mesma linha adotada pelo Banco Central Europeu (BCE). Segundo pesquisa feita pela Reuters, o Copom deve cortar a taxa básica de juros, a Selic, em 50 pontos base na reunião da quarta-feira, 18, para 5,50% ao ano.

Já o dólar comercial teve queda de 0,31% nesta terça-feira, fechando a 4,08 reais para a venda. O dia foi marcado pela alta volatilidade da moeda americana. Na mínima da sessão, o dólar chegou a tocar 4,0736 reais, enquanto na máxima chegou a 4,1181 reais. Os mercados estão aguardando a reunião do Federal Reserve, que é o banco central dos Estados Unidos, que será realizada na quarta-feira, 18. Existe uma alta expectativa dos investidores sobre decisões de política monetária que incluam estímulos econômicos e corte nos juros.

(Com Reuters)