Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

BOLSA EUROPA-Índices sobem por possível capitalização de bancos

Por Da Redação 6 out 2011, 08h29

Por Atul Prakash

LONDRES, 6 de outubro (Reuters) – As bolsas de valores da Europa operavam em alta nesta quinta-feira, ampliando o forte ganho da véspera, com esperança de que as autoridades intensifiquem os esforços para ajudar o setor financeiro do continente, enquanto dados geravam esperança de que a economia dos Estados Unidos possa evitar outra recessão.

Os bancos eram destaque de alta, depois que o presidente da Comissão Europeia, José Manuel Barroso, propôs uma ação coordenada para recapitalizar os bancos do bloco.

O índice do setor bancário avançava 3,1 por cento, após disparada de 4,6 por cento no último pregão, depois que ministros de Finanças europeus concordaram em proteger os bancos. A chanceler alemã, Angela Merkel, também disse que seu governo está pronto para capitalizar se for preciso.

Mas os bancos europeus ainda acumulam queda de 31 por cento neste ano, por preocupações sobre a exposição do setor a países como a Grécia, que pode declarar moratória em suas obrigações.

O Dexia , que bateu mínimas recordes nesta semana, perdia 6,8 por cento. O conselho do grupo irá se reunir em Paris no sábado para votar um plano de separação.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne as principais ações no continente, subia 1,75 por cento, a 932 pontos, às 8h27 (horário de Brasília), tendo disparado 3,3 por cento na quarta-feira.

A decisão do Banco da Inglaterra em aumentar para 275 bilhões de libras o total do programa de compra de ativos para estimular a economia agradou o mercado e fez o índice ampliar os ganhos.

As mineradoras subiam 3,8 por cento, seguindo o fortalecimento dos preços dos metais devido à perspectiva melhorada de demanda.

Continua após a publicidade

Veja a seguir o comportamento de bolsas da Europa às 8h27:

BOLSAPONTUAÇÃOVARIAÇÃO %

Londres5.218,08+2,27

Frankfurt5.588,06+2,10

Paris3.043,54+2,34

Madri8.620,60+1,69

Milão15.109,07+2,05

Lisboa5.865,56+1,59

Veja como se comportaram as bolsas asiáticas:

Continua após a publicidade
Publicidade