Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

BOLSA EUROPA-Índice tem máxima em 5 meses por China e EUA

Por Da Redação - 3 jan 2012, 14h15

(Texto atualizado com mais informações após o fechamento oficial)

LONDRES, 3 Jan (Reuters) – As ações europeias avançaram para seu maior patamar de fechamento em cinco meses nesta terça-feira, após a divulgação de fortes dados do setor manufatureiro dos Estados Unidos e da China. Os dados impulsionaram a confiança do investidor e ajudaram a tirar a zona do euro do foco do mercado.

O índice FTSEurofirst 300, principal indicador das bolsas europeias, avançou 1,6 por cento para 1.028 pontos, maior nível de fechamento desde o início de agosto.

O índice de recursos básicos STOXX Europe 600 saltou 5,31 por cento, à medida que os preços do cobre chegaram à sua máxima em três meses, com a expansão da atividade manufatureira nos Estados Unidos e na China levantando esperanças de que a demanda por metais industriais permanecerá forte.

Publicidade

“Os dados dos Estados Unidos continuarão apontando para algum tipo de recuperação” , disse o gestor de fundos na Rathbone Brothers, David Coombs, que gerencia 15,2 bilhões de libras (23,7 bilhões de dólares).

“É mais do mesmo”, acrescentou, referindo-se ao ano passado, quando as ações tiveram uma boa performance, sendo que o S&P 500ficou estável, enquanto as ações europeiasrecuaram 10,7 por cento.

“Estamos elevando nossa exposição (da Rathbone) aos EUA, em detrimento da exposição à Europa”.

Em LONDRES, o índice Financial Times subiu 2,29 por cento, a 5.699 pontos.

Publicidade

Em FRANKFURT, o índice DAX avançou 1,5 por cento, para 6.166 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 teve alta de 0,72 por cento, a 3.245 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib registrou ganho de 1,24 por cento, para 15.645 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 subiu 0,1 por cento, a 8.732 pontos.

Publicidade

Em LISBOA, o índice PSI20 apurou acréscimo de 1,6 por cento, para 5.700 pontos.

(Reportagem de Brian Gorman)

REUTERS PJ PD

Publicidade