Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

BOLSA EUA-Mercado sobe após acordo da UE, mas cautela permanece

Por Da Redação 9 dez 2011, 13h43

Por Ryan Vlastelica

NOVA YORK, 9 Dez (Reuters) – As bolsas de valores dos Estados Unidos subiam nesta sexta-feira, após líderes europeus concordarem com medidas que parcialmente resolvem a crise de dívida soberana da região e dados mostrarem que a confiança do consumidor norte-americano ter subido mais do que o esperado em dezembro.

Às 14h41 (horário de Brasília), o índice Dow Jones, referência da Bolsa de Nova York, subia 1,42 por cento, para 2.168,40 pontos. O Standard and Poor’s 500 avançava 1,56 por cento, aos 1.253,56 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq apreciava-se 1,52 por cento, a 2.635,91 pontos.

No encontro, as autoridades chegaram a um acordo sobre regras orçamentárias mais rígidas para a zona do euro, mas fracassaram em garantir mudanças no tratado da União Europeia (UE) entre todos os países-membros. Investidores pareciam satisfeitos com o acordo, e o índice europeu de ações FTSEurofirst 300 fechou em alta de 1,3 por cento.

“Alguns (investidores) estavam esperando um acordo maior, mas estamos vendo muito mais significado por trás do esforço com essas medidas”, disse o gestor de carteira da Cabot Money Management, Dennis Wassung, em Salem, Massachusetts.

“Devemos esperar mais volatilidade em torno dessa questão mais à frente, mas esse é um bom passo na direção certa.”

Entre os itens da pauta macroeconômica, a confiança do consumidor dos EUA subiu mais do que o esperado na leitura preliminar de dezembro, alcançando o maior nível em seis meses, devido a sinais de melhora nas condições do mercado de trabalho e nas perspectivas para a economia, de acordo com relatório da Thomson Reuters/Universidade de Michigan.

As ações do setor bancário tinham um rali. Os papéis do Bank of America Corp avançavam 1,3 por cento, os do JPMorgan Chase & Co subiam 1,7 por cento, enquanto as ações do Citigroup Inc tinham alta de 2,3 por cento. O índice SPDRpara o setor financeiro registrava ganho de 1,2 por cento.(Tradução Redação São Paulo; +5511 5644-7727)

Continua após a publicidade

Publicidade