Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

BOLSA EUA-Índices caem após China cortar meta de crescimento

Por Rodrigo Campos

NOVA YORK, 5 Mar (Reuters) – As bolsas de ações dos Estados Unidos caíram nesta segunda-feira, arrastadas pelos setores de materiais básicos e energia após a China, segunda maior economia do mundo, cortar sua meta de crescimento para 2012.

Dados mostrando que o setor de serviços dos Estados Unidos se expandiu no maior ritmo em um ano em fevereiro não conseguiram frear o declínio do mercado, com índices sendo negociados próximos a mínimas da sessão ao meio-dia.

O índice Dow Jones, referência da bolsa de Nova York, recuava 0,27 por cento, para 12.943 pontos. O índice Standard & Poor’s 500 tinha oscilação negativa de 0,56 por cento, para 1.361 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaqcaía 0,98 por cento, para 2.946 pontos.

A China reduziu sua meta de 2012 para 7,5 por cento, menor valor em oito anos, e colocou como sua maior prioridade “expandir a demanda de consumidores” enquanto Pequim busca reduzir a dependência da economia em gastos no exterior e capital estrangeiro.

Ações do setor de matérias-primas, sensíveis aos sinais de desaceleração da economia chinesa, forte consumidora de commodities, recuaram e foram a maior âncora sobre Wall Street. O índice do setor de insumos do S&P caiu 1,8 por cento, enquanto a produtora de alumínio Alcoa teve oscilação negativa de 3,4 por cento, para 9,89 dólares.

“Com a China reduzindo seu ritmo esperado de crescimento, a preocupação é de que há a possibilidade de uma queda maior”, disse Kate Warne, estrategista de investimentos no Edward Jones em St. Louis. “É por isso que os setores de energias e de commodities estão liderando o declínio”.

REUTERS BBF FC