Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bolsa de NY termina em queda por Grécia e JP Morgan

Por Renato Martins

Nova York – A Bolsa de Nova York fechou em queda, refletindo as preocupações quanto à possível saída da Grécia da zona do euro. O índice Dow Jones fechou no nível mais baixo desde 31 de janeiro. Todos os dez setores que compõem o S&P-500 encerraram em baixa, com destaque negativo para as ações dos setores bancário e de energia.

“Se a Grécia acabar saindo da zona do euro, ninguém sabe o quanto de ruptura isso vai representar”, comentou Wasif Lanif, vice-presidente para investimentos em ações da USAA. Já o estrategista Brian Gendreau, da Cetera Financial, observou que a turbulência política na Grécia “poderá ser um precedente para o que virá na Espanha e em outros países da periferia da zona do euro que têm muito a fazer para fechar seus déficits orçamentários”.

As ações dos bancos estavam entre as que mais caíram. As do JP Morgan Chase, que haviam caído 9% na sexta-feira, em reação ao anúncio de US$ 2 bilhões em perdas, recuaram mais 3,17%; outros destaques negativos do setor foram Citigroup (-4,12%), Wells Fargo (-2,70%), Goldman Sachs (-2,31%) e Morgan Stanley (-4,35%).

No setor de tecnologia, as ações da Yahoo! subiram 2,04%, depois de a empresa anunciar o afastamento de seu CEO, Scott Thompson, acusado de mentir sobre seu currículo acadêmico. As do site de compras coletivas Groupon avançaram 18,54%, devido à expectativa positiva com seu informe de resultados. No setor de cosméticos, as ações da Avon Products subiram 3,81%, depois de a empresa dizer que vai estudar a oferta de aquisição feita pela concorrente Coty.

No setor de energia, as ações da Chesapeake Energy subiram 4,79%, recuperando-se da queda forte da sexta-feira, depois de a empresa anunciar que conseguiu um empréstimo de US$ 3 bilhões junto ao Goldman Sachs e ao Jefferies Group.

O índice Dow Jones fechou em queda de 125,25 pontos (0,98%), aos 12.695,35 pontos. O Nasdaq terminou em baixa de 31,24 pontos (1,06%), aos 2.902,58 pontos. O S&P-500 acabou com recuo de 15,04 pontos (1,11%), aos 1.338,35 pontos. O NYSE Composite fechou em queda de 110,45 pontos (1,41%), em 7.705,44 pontos. As informações são da Dow Jones.