Clique e assine a partir de 9,90/mês

Bolsa de NY sobe com expectativa de estímulo do Fed

Por Da Redação - 24 ago 2011, 18h01

Por Gustavo Nicoletta

Nova York – Os principais índices do mercado de ações dos EUA fecharam em alta, impulsionados por dados que mostraram um aumento nas encomendas de bens duráveis. A perspectiva de que o presidente do Federal Reserve, Ben Bernanke, sinalizará a adoção de algum tipo de medida de estímulo à economia na sexta-feira, durante um discurso em Jackson Hole, também ajudou as bolsas a permanecerem em território positivo.

O Dow Jones subiu 143,95 pontos, ou 1,29%, para 11.320,71 pontos, puxado pelo avanço de 10,95% nas ações do Bank of America. O Nasdaq teve ganho de 21,63 pontos, ou 0,88%, para 2.467,69 pontos, enquanto o S&P 500 fechou em alta de 15,25 pontos, ou 1,31%, a 1.177,60 pontos.

A sessão de hoje marcou o terceiro pregão consecutivo de alta das bolsas. As ações estão subindo principalmente por causa da expectativa de que o Federal Reserve (Fed, banco central americano) adotará um novo programa de afrouxamento monetário ou algo parecido para aquecer a economia norte-americana. Diante disso, até mesmo indicadores fracos divulgados recentemente têm sido bem recebidos pelos investidores. Parte do mercado, no entanto, está preocupada com a possibilidade de Bernanke não corresponder às expectativas.

Continua após a publicidade

Dados divulgados hoje pelo Departamento de Comércio dos EUA mostraram que as encomendas de bens duráveis cresceram 4% no país em julho na comparação com o mês anterior, puxadas por um aumento na demanda por carros e aeronaves. Analistas esperavam um aumento de 2,0%. Apesar disso, as encomendas de bens de capital excluindo os setores aéreo e de defesa encolheram 1,5% na mesma base de comparação. O número é utilizado pelos economistas para medir o investimento das empresas em novos equipamentos. As informações são da Dow Jones.

Publicidade