Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Bolsa de Milão sobe com rumor sobre sucessão no país

Por Da Redação 10 nov 2011, 08h03

Por Álvaro Campos

Roma – A Bolsa de Milão opera em alta acentuada na manhã de hoje, em meio a especulações de que o ex-comissário europeu Mario Monti pode substituir Silvio Berlusconi como primeiro-ministro da Itália. Às 8h35 (de Brasília), o índice FTSE Mib avançava 1,98%, mas estava abaixo das máximas da sessão.

Ontem, Monti foi nomeado senador vitalício pelo presidente italiano, Giorgio Napolitano, em uma ação vista como uma preparação para que ele lidere um novo governo tecnocrata, que implementaria as reformas econômicas tão necessárias para o país. Berlusconi, que esta semana perdeu a maioria no Parlamento, prometeu renunciar após a aprovação do orçamento do ano que vem, o que deve ocorrer dentro de algumas semanas.

Mas os ganhos da bolsa foram reduzidos após o Tesouro italiano realizar um leilão no qual vendeu 5 bilhões de euros em títulos de 12 meses. O retorno ao investidor pago foi o maior desde a implementação do euro e quase o dobro do registrado no leilão anterior, realizado em 11 de outubro. A venda atraiu forte demanda. Um fator que ajudou os mercados de ações foram relatos de operadores de que o Banco Central Europeu (BCE) comprou novamente bônus italianos no mercado secundário.

Os papéis de empresas do setor bancário registravam forte alta no horário mencionado acima, após as quedas profundas de ontem. As ações do UniCredit subiam 6,11%, enquanto o Intesa Sanpaolo tinha valorização de 4,35%. As informações são da Dow Jones.

Continua após a publicidade
Publicidade