Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

BOLSA ÁSIA-Índices sobem puxados por China, mas Europa preocupa

Por Da Redação 12 out 2011, 11h07

Por Chikako Mogi

TÓQUIO, 12 de outubro (Reuters) – A recuperação das ações chinesas levou a maioria das bolsas asiáticas para território positivo nesta quarta-feira, mas os ganhos foram limitados pelo receio de que a ameaça da crise da dívida europeia às perspectivas econômicas globais esteja pesando sobre os resultados das empresas.

A força do mercado na China reduziu as perdas no Japão, mas as ações ligadas a crescimento continuaram fracas.

Os spreads de crédito asiáticos se ampliaram, porém, por preocupações com a Eslováquia, único país da zona do euro que ainda não aprovou o plano para aumentar o fundo de resgate do bloco. A expectativa é que seja feita uma nova votação esta semana.

O índice MSCI das ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão subia 1,41 por cento.

O mercado de Xangai avançou 3,04 por cento, ajudando o índice Hang Seng, de Hong Kong, a subir 1,04 por cento As autoridades chinesas intervieram nesta semana para ajudar as ações do setor financeiro. A Central Huijin, ramo de investimentos domésticos do fundo soberano chinês, comprou ações nos quatro maiores bancos do país.

Em Tóquio, o índice Nikkei reduziu as perdas do início do pregão, mas ainda fechou em queda de 0,4 por cento. AAlcoa, maior produtora de alumínio dos Estados Unidos, anunciou na terça-feira que o crescimento econômico menor puxou para baixo os preços do metal, prejudicando seus lucros do terceiro trimestre e provocando queda em suas ações.

O índice de Seul encerrou em alta de 0,81 por cento. A bolsa de Taiwan recuou 0,22 por cento. Cingapura subiu 1,66 por cento e Sydney fechou com desvalorização de 0,55 por cento.

(Reportagem adicional de Lisa Twaronite em Tóquio, Umesh Desai, Vikram Subhedar em Hong Kong e Clement Tan em Xangai)

Continua após a publicidade

Publicidade