Clique e assine a partir de 8,90/mês

Boeing identifica nova falha em software do 737 MAX

Aeronave teve reputação manchada por dois acidentes que mataram 346 pessoas

Por Da Redação - Atualizado em 18 jan 2020, 11h38 - Publicado em 18 jan 2020, 11h20

A Boeing comunicou na última sexta 17 que descobriu uma nova falha no software do 737 MAX.

Segundo a empresa, o problema, que não foi detalhado, deverá ser resolvido em pouco tempo para que não atrase ainda mais a volta ao serviço da aeronave.

Uma fonte ligada ao assunto, no entanto, informou à agência de notícias AFP que a falha impede que o software a bordo não funcione corretamente.

“Estamos realizando as atualizações necessárias e trabalhando com a FAA (Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos) para apresentar esta mudança”, diz o comunicado.

A Boeing e a FAA analisam atualmente soluções para o sistema de voo do 737 MAX, uma das origens dos acidentes da Indonésia, em outubro de 2018, e da Etiópia, em março de 2019, que no total deixaram 346 mortos.

A conduta dos executivos da empresa depois do primeiro acidente foi um misto de negação com doses de má-fé.

Na época, chegou-se a insinuar que a perda de controle da aeronave, operada pela empresa indonésia Lion Air, foi causada por erro da tripulação.

Tal posicionamento não mudou quando o segundo acidente aconteceu em março, com um avião da Ethiopian Airlines, em circunstâncias muito semelhantes.

(Com informações da AFP)

Continua após a publicidade
Publicidade