Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

BNDES aprova crédito de R$ 488 milhões para o Aeroporto de Brasília

O consórcio Inframérica venceu o leilão da concessão do terminal em fevereiro deste ano e até dezembro o crédito não havia sido aprovado

Por Da Redação 21 dez 2012, 16h44

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou um empréstimo-ponte (concessão de recursos no período de estruturação da operação de longo prazo) de 488 milhões de reais para o consórcio Inframérica, para início das obras de ampliação, manutenção e exploração do Aeroporto Internacional de Brasília. O consórcio reúne a Inframérica Participações (composta pela brasileira Infravix e a argentina Corporación America) e a estatal Infraero. O grupo venceu o leilão da concessão do terminal em fevereiro deste ano.

A previsão é que até 2014, ano em que será realizada a Copa do Mundo no Brasil, a capacidade de passageiros do aeroporto de Brasília seja de 20,7 milhões, ante 15,4 milhões em 2011. Já em 2016, quando o Rio de Janeiro sediará a Olimpíada, o número deve subir para 24,4 milhões, chegando a 31,3 milhões em 2021 e 38,8 milhões em 2031, segundo o BNDES.

O consórcio também pretende transformar a área do aeroporto em um polo comercial, com a construção de hotel, centro de convenções e escritórios, além de se transformar em um centro logístico internacional, com parcerias com grandes operadores do setor.

Os acionistas privados da Inframérica também foram vitoriosos no leilão para a construção e exploração do o Aeroporto de São Gonçalo do Amarante (RN), primeiro aeroporto federal a ser concedido à iniciativa privada. O BNDES já aprovou financiamento de 329,3 milhões de reais para o empreendimento.

Leia também:

Governo pode arrecadar R$ 11,4 bi com concessão de Galeão e Confins

(Com Reuters)

Continua após a publicidade

Publicidade