Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Black Friday no Brasil tem produtos com o triplo do preço dos EUA

Campanha promocional que acontece nesta sexta-feira passa ainda longe das superofertas americanas; mesmo com dólar alto, compensa comprar no exterior

Por Da Redação 29 nov 2013, 20h16

A Black Friday nos Estados Unidos é famosa pelos excessos: muitas pessoas nas lojas e descontos tão avassaladores que resultam em brigas entre consumidores. O evento do comércio ocorre pelo terceiro ano consecutivo no Brasil, trazido pelos donos do site Busca Descontos, mas não é atrativo o suficiente para fazer com que os clientes se estapeiem pelos produtos.

Mesmo com descontos, os artigos comercializados no Brasil ainda são muito mais caros do que nos Estados Unidos. Nem mesmo a alta do dólar é suficiente para que os preços se equiparem. A moeda fechou esta sexta-feira cotada a 2,33 reais.

Um console XBox 360, da Microsoft, de 250 GB, por exemplo, custa no Brasil 1.098 reais, já com o desconto da campanha, no Walmart. Nos EUA, a loja de eletrônico B&H vendeu, nesta sexta, o mesmo produto por 444 reais (189,99 dólares). Além do console e do controle sem fio que ambas as ofertas abrangem, a americana ainda dá ao consumidor quatro jogos.

Se observado o valor de uma batedeira da marca KitchenAid, por exemplo, a diferença é abissal: custa 1.400 reais com desconto na FastShop e 465 reais (199 dólares) na loja Target, nos Estados Unidos. Confira outros produtos cujos descontos no Brasil não chegam nem perto dos ofertados nas lojas americanas.

Continua após a publicidade

Leia mais:

Black Friday: em apenas 12 horas, lojas têm recorde de reclamações; confira o ranking

Antes da Black Friday, Procon alerta: 325 sites devem ser evitados

Empresas devem faturar até R$ 340 milhões com a Black Friday no Brasil

Propaganda enganosa aumentou em varejistas que participam da Black Friday

Organizadores tentam evitar que Black Friday vire mico

Continua após a publicidade

Publicidade