Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bitcoin cai quase 20% em um dia e fica abaixo de US$ 6.000

Moeda virtual acumula perda de 69,9% desde recorde alcançado em dezembro, em meio a notícias de restrição na China e em bancos americanos e ingleses

A cotação do bitcoin caiu 19,8% em menos de 24 horas,  e a moeda virtual chegou a ser cotada em 5.947 dólares (19.385 reais) nesta terça-feira. Os dados são da plataforma Coindesk, que analisa os valores de algumas das principais corretoras no mundo. Com a queda, a critptomoeda atingiu o mesmo nível em que era negociada em meados novembro de 2017. A queda ocorre após notícias de restrições na China e em bancos americanos e ingleses.

Com a baixa, o bitcoin acumula perdas de 69,9% desde o valor mais alto registrado, de 19.783 dólares (64.485 reais) alcançado no dia 17 de dezembro. Outras moedas virtuais populares, como ethereum e litecoin, também operavam em baixa nesta terça-feira.

A cotação de moedas virtuais depende do preço apurado pelas corretoras, que fazem a conversão dessa espécie de ativo virtual para dinheiro “real”. Os preços oscilam conforme a oferta e demanda, e reagem negativamente quando há notícias de restrição a negociações ou posicionamento contrários a elas por parte de grandes empresas.

Nos últimos dias, jornais chineses divulgaram a informação de que as autoridades do país estudam bloquear o acesso a sites que fazem operações com moedas virtuais. A China é um país com grande participação nesse mercado.

Outro revés para o setor veio da recusa de bancos americanos ( Bank of America, Citigroup, JP Morgan, Capital One e Discover) e ingleses pertencentes  ao grupo Lloyds (como MBNA, Halifax, Bank of Scotland) em aceitar cartões de crédito para a compra de moedas virtuais.