Clique e assine a partir de 9,90/mês

Bill Gates: Empresas que usam robôs devem ser taxadas

O bilionário acredita que imposto sobre robôs poderia financiar cuidadores de pessoas idosas ou de crianças em escolas, por exemplo

Por Da redação - 20 fev 2017, 14h51

Que os robôs estão tomando empregos dos humanos, isso não é novidade. Mas Bill Gates, o homem mais rico do mundo, acredita que os governos devem taxar empresas que usem as máquinas no lugar de funcionários de carne e osso. De acordo com o bilionário americano, essa é uma maneira de retardar temporariamente a expansão da automação e financiar outros tipos de emprego.

A avaliação de Gates foi feite em entrevista ao site de notícias Quartz, e chama a atenção pois o bilionário é co-fundador da Microsoft, uma das principais companhias de tecnologia que investe e aposta em inteligência artificial. Atualmente, ele é conselheiro de tecnologia e membro do conselho de administração da empresa.

Gates acredita que um imposto sobre robôs poderia financiar cuidadores de pessoas idosas ou de crianças em escolas, para as quais as necessidades ainda não são satisfeitas. Além disso, segundo ele, esse tipo de serviço deveria ser feito prioritariamente por humanos, que já estão adaptados a essas relações.

Ele argumenta que os governos devem supervisionar esses programas ao invés de confiar em empresas, a fim de redirecionar os empregos para ajudar pessoas com rendimentos mais baixos. “Você deveria estar disposto a elevar o nível de impostos e até mesmo desacelerar a velocidade” da automação, disse Gates.

Publicidade