Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bill Gates é, de novo, o homem mais rico do mundo — confira o ranking da Forbes

Criador da Microsoft ultrapassa o mexicano Carlos Slim, que ocupou topo da lista por cinco anos, segundo ranking da revista "Forbes"

Bill Gates recuperou o posto de homem mais rico do mundo, com fortuna avaliada em 76 bilhões de dólares, segundo o novo ranking publicado pela revista americana Forbes nesta segunda-feira. O ranking lista as 1.645 pessoas mais ricas do planeta. O fundador da Microsoft recuperou a liderança após ser ultrapassado pelo magnata mexicano Carlos Slim, dono da América Móvil, que ficou em segundo lugar, com fortuna de 72 bilhões de dólares.

Leia também:

Bill Gates recupera posto de mais rico do mundo

Bill Gates vai voltar à operação da Microsoft

Outro destaque da lista da Forbes de 2014 é a ausência do empresário brasileiro Eike Batista, que deixou o levantamento de forma ruidosa. Em 2012, ele ocupou o 7º posto. Agora, Batista sequer figura na lista completa.

O avanço da fortuna de Mark Zuckerberg, fundador e CEO do Facebook, também é destaque. No ano em que as ações do Facebook se valorizaram 111%, a fortuna do empresário de apenas 29 anos atingiu 28,5 bilhões de dólares, um salto de 15,2 bilhões de dólares. O aumento da fortuna de Zuckerberg fez com que ele saltasse da 66ª posição para a 21ª em apenas doze meses.

O sucesso do Facebook, que recentemente fechou um acordo de 19 bilhões de dólares com o Whatsapp, ajudou sua diretora de operações, Sheryl Sandberg a entrar para a lista de bilionários pela primeira vez. Sheryl tem fortuna estimada em 1,05 bilhão de dólares (ocupando a posição 1.540 na lista da Forbes) e é a sexta mulher mais rica do mundo. Outro executivo do Facebook a entrar para lista de bilionários foi o vice-presidente da companhia, Jeff Rothschild, com fortuna de 1,2 bilhão de dólar.

O patrimônio total das 1.645 pessoas mais ricas do mundo, segundo a Forbes, chegou a um valor sem precedentes em 2014: 6,4 trilhões de dólares, ultrapassando o Produto Interno Bruto (PIB) do Japão, de 5,93 trilhões de dólares.

Leia também:

Jorge Paulo Lemann é o bilionário mais interessante do mundo, diz Bloomberg

Número de bilionários na China cresce 392% em um ano

Jeff Bezos, o bilionário que empacotava livros