Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

BID: é necessário evitar protecionismo em meio à crise

O presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Luis Alberto Moreno, disse que no atual contexto de crise internacional é necessário evitar “as ondas protecionistas”, em um discurso de lançamento da próxima assembleia anual do órgão em Montevidéu.

“É muito importante preservar o livre comércio e (evitar) as ondas protecionistas nestas épocas” de crise, disse Moreno em coletiva de imprensa.

Consultado sobre como vê a região para enfrentar os efeitos da crise, destacou como dado positivo que a América Latina diversificou fortemente os destinos de suas vendas ao exterior.

“Nos últimos 10 anos, multiplicou-se por mais de 10 o comércio entre (os países da) região. O comércio com os Estados Unidos que há 10 anos era de 60% (das vendas) agora é de 40%, com a Ásia era de 10% e hoje em dia é de 20%”, exemplificou.

“Essa mudança é importante. O que acontece com Europa e Estados Unidos sem dúvida terá um efeito sobre a economia mundial, mas ter uma situação macroeconômica estável nos ajuda a nos proteger muito mais”, disse.

O funcionário chegou ao país para o lançamento oficial da 53ª Assembleia Anual de Presidentes do Banco, que ocorrerá em Montevidéu de 16 a 19 de março de 2012, da qual participarão até 4.000 pessoas.

A assembleia será “uma grande oportunidade para traduzir e entender muitos dos efeitos do que acontece nesse mundo externo à América Latina e entender muito bem suas implicações”, afirmou Moreno, que anunciou que durante o encontro a instituição fará uma “grande homenagem” a seu antecessor no cargo, o uruguaio Enrique Iglesias.

Segundo Moreno, a assembleia do BID será o preâmbulo de vários acontecimentos do próximo ano na região, lembrando a Cúpula das Américas na colombiana Cartagena, a reunião do G20 no México – a primeira desse fórum a ocorrer na América Latina -, e a cúpula ambiental Rio+20.