Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Bernanke diz que rodadas de estímulo ajudaram EUA

Por Da Redação 7 jun 2012, 13h25

Por Álvaro Campos

Washington – O presidente do Federal Reserve dos Estados Unidos, Ben Bernanke, defendeu nesta quinta-feira os dois programas de compras de bônus realizados pelo banco central e disse que, caso haja outra rodada de estímulo, ela forneceria “suporte adicional” para a economia.

Durante uma audiência do Comitê Conjunto de Economia do Congresso, Bernanke afirmou que as ações do Fed para comprar mais de US$ 2 trilhões em bônus do Tesouro e outros títulos do governo desde 2009 tiveram um impacto significativo sobre a fragilizada economia dos EUA. Segundo ele, essas duas rodadas de estímulo melhoraram as condições financeiras, reduziram os juros das hipotecas e aumentaram os preços das ações, o que contribuiu para melhorar a situação financeira dos consumidores.

Bernanke destacou que o Fed ainda não decidiu se vai lançar uma terceira rodada de relaxamento quantitativo (QE3, na sigla em inglês) ou adotar qualquer outra ação para dar suporte à economia. O presidente do Fed disse que ele e os outros membros do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) “ainda estão trabalhando” nesse ponto, antes da reunião dos dias 19 e 20 de junho.

Segundo Bernanke, a principal questão a ser respondida é se a economia está forte o suficiente para promover reduções significativas na taxa de desemprego. “Nós temos diversas opiniões diferentes para medidas, se o Fomc decidir agir. A esta altura, eu realmente não posso dizer que qualquer coisa está fora da mesa (de negociação)”. As informações são da Dow Jones.

Continua após a publicidade
Publicidade