Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bendine tentará acalmar investidores preocupados com Petrobras

Novo presidente da estatal deverá fazer uma teleconferência até sexta-feira para dar maior segurança aos acionistas em meio às denúncias de corrupção

Integrantes do governo disseram ao jornal Folha de S. Paulo que o novo presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, fará uma teleconferência até a próxima sexta-feira em uma tentativa de acalmar investidores nacionais e internacionais preocupados com as denúncias de corrupção envolvendo a estatal. Segundo eles, Bendine prometerá ganhos e procurará garantir rentabilidade aos acionistas em meio aos problemas relacionados à divulgação do balanço financeiro não auditado da companhia.

A Petrobras publicou em janeiro o balanço financeiro do terceiro trimestre de 2014 sem considerar as baixas contábeis (redução no valor de ativos) causadas por corrupção. Divulgado depois de dois adiamentos e com mais de dois meses de atraso, o documento não recebeu aprovação da auditoria independente PricewaterhouseCoopers (PwC). A PwC determinou que a estatal desse baixa nos valores dos investimentos em ativos inflados por propinas, mas o Conselho de Administração não conseguiu apurar as perdas até o momento.

Leia também:

Bendine sai do BB com ‘superaposentadoria’ de R$ 62 mil

Mercado se frustra com indicação de Bendine: ‘será mais do mesmo’

Novo presidente, Bendine assumirá Petrobras com diretoria de interinos

Duas consultorias contratadas pela ex-presidente Graça Foster apontaram perdas de 88 bilhões de dólares. O número considerado irreal pelo governo não foi incluído no balanço financeiro do terceiro trimestre, fazendo com que o desafio de Bendine seja chegar a um valor crível. Bendine e Dilma Rousseff se reuniram na semana passada para conversar sobre as metas do ex-presidente do Banco do Brasil no comando da Petrobras. Segundo assessores presidenciais, ele teria prometido que uma de suas primeiras medidas seria procurar a PwC para avaliar a situação da companhia.