Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

BCE: vice-ministro alemão é sugerido para substituir Stark

Jörg Asmussen, de 45 anos, é membro do Partido Social-Democrata

O vice-ministro de Finanças alemão, Jörg Asmussen, será proposto por seu governo para suceder o compatriota Jürgen Stark como economista-chefe do Banco Central Europeu (BCE). O anúncio oficial foi feito neste sábado, em paralelo à reunião do Grupo dos Oito (G8) em Marselha, no sudeste da França, pelo ministro alemão de Finanças, Wolfgang Schäuble.

A renúncia de Stark foi confirmada na véspera em Frankfurt, pelo BCE. O banco atribuiu a motivos pessoais a renúncia de Stark, de 63 anos. Porém, analistas interpretaram que sua saída foi fruto das divergências com o atual presidente do BCE, o francês Jean-Claude Trichet, e outros membros da direção do banco. A principal razão de conflito entre eles seria o recente reatamento do programa de compra de dívida de países da eurozona, especialmente da Itália e Espanha.

A renúncia de Stark repercutiu negativamente nas grandes bolsas europeias, que fecharam na sexta-feira com perdas superiores a 4%, em média, e na cotação do euro, que caiu até seu valor mínimo em seis meses frente à moeda americana, a 1,37 dólares.

Asmussen, de 45 anos e membro do Partido Social-Democrata, será proposto pela Alemanha a seus 16 parceiros da zona do euro como membro do comitê executivo e do Conselho do BCE para suceder Stark, cujo mandato devia acabar em 31 de maio de 2014.

(Com agência EFE)