Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

BCE mantém atuação apenas discreta nos mercados de bônus

FRANKFURT, 12 Mar (Reuters) – O Banco Central Europeu (BCE) mostrou que seu programa de compra de títulos não morreu, mas sobrevive com a ajuda de aparelhos, já que o banco gastou apenas 27 milhões de euros em títulos de governos depois de uma pausa de três semanas, segundo mostraram dados do próprio BCE nesta segunda-feira.

Operadores têm afirmado que o BCE intensificou a compra de quantidades reduzidas de títulos do governo de Portugal no mercado secundário, interrompendo uma forte alta nos yields dos títulos de dívida do país.

Com o recorde de 1,523 bilhão de euros em bônus que estão vencendo, o montante total dos títulos que o BCE possui em sua contabilidade sob o programa -que teve início em maio de 2010- caiu para 218 bilhões de euros.

Após a inundação do sistema bancário nos últimos dois meses com mais de um trilhão de euros em empréstimos ultra-baratos com prazo de três anos, os mercados da dívida da zona do euro se acalmaram e o presidente do BCE, Mario Draghi, disse na semana passada que agora é hora de governos e bancos agirem, em vez de esperarem que o BCE implemente novas medidas anticrise.

As compras pequenas aumentam a evidência de que o BCE tem pouco apetite para manter o programa em funcionamento de forma significativa. Parece pouco provável, no entanto, que o mecanismo seja oficialmente declarado extinto. O membro do comitê executivo do banco Benoit Coeure afirmou recentemente que o programa permaneceria por “algum tempo”.

O programa de compra de títulos do Banco Central Europeu tem sido controverso desde o início, e o movimento recente da Grécia para reduzir sua carga de dívida, ao pedir que os credores privados abram mão de mais da metade do seu investimento, validou algumas das preocupações dos críticos.

(Reportagem de Sakari Suoninen)

((Tradução Redação São Paulo; +5511 5644-7723)

REUTERS FR HBB