Clique e assine com até 92% de desconto

BC revisa para baixo crescimento do Brasil, para 3% em 2011

Por str 22 dez 2011, 08h33

O Banco Central do Brasil revisou para baixo a expectativa de crescimento para o país, para 3% em 2011 e 3,5% em 2012, abaixo da meta do governo, anunciou o relatório trimestral da instituição divulgado nesta quinta-feira.

Em setembro, o Banco Central havia previsto que a economia brasileira cresceria 3,5%. Três meses antes, no entanto, a expectativa era de 4% e um ano atrás de 4,5%.

“O Banco Central prevê uma aceleração da atividade econômica entre o primeiro e o segundo semestre do próximo ano, para um crescimento de 3,5% em 2012, apesar das estimativas de uma crise internacional mais prolongada”.

O relatório trimestral do Banco Central brasileiro destaca que “o cenário econômico global se deteriorou desde setembro, quando realizou suas últimas projeções, e as previsões de crescimento para os principais blocos econômicos continuaram sofrendo reduções generalizadas”.

O documento destaca não só a redução de compras nos Estados Unidos e a fragilidade financeira na Europa, mas também uma desaceleração mais acentuada da indústria chinesa, o grande comprador e maior sócio comercial do Brasil.

Apesar dos alertas, o relatório prevê a continuidade do crescimento nacional devido principalmente ao aumento da demanda interna.

“Esse cenário favorece a redução da inflação, que tanto preocupava os brasileiro, uma vez que os preços ligados ao consumo têm rondado a meta inflacionária de 6,5%”.

Continua após a publicidade
Publicidade