Clique e assine a partir de 9,90/mês

BC muda estratégia e Ilan passará a dar 4 entrevistas por ano

BC informa que a mudança faz parte do esforço contínuo da instituição de tornar sua comunicação mais clara e objetiva

Por Da redação - Atualizado em 22 Mar 2018, 13h49 - Publicado em 22 Mar 2018, 13h36

O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, fará quatro entrevistas coletivas de imprensa por ano, uma semana após a reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), durante a apresentação dos Relatórios Trimestrais de Inflação. Em nota divulgada nesta quinta-feira, 22, o BC informa que “a mudança faz parte do esforço contínuo do Banco Central de tornar sua comunicação mais clara e objetiva”.

O Copom cortou a Selic em 0,25 ponto percentual, reduzindo a taxa básica de juro da economia de 6,75% para 6,50% ao ano. O comitê sinalizou que fará novo corte na reunião de maio. Em entrevista a VEJA, antes da reunião do Copom, Ilan disse que a inflação veio mais baixo que o esperado, o que abre espaço para novas reduções.

A primeira entrevista coletiva de Ilan, dentro da nova estratégia, ocorrerá no próximo dia 29, às 11h, após a divulgação do primeiro relatório trimestral de inflação deste ano, que será publicado às 8h no site do BC. Os demais têm previsão de divulgação nos dias 28 de junho, 27 de setembro e 20 de dezembro.

Ainda segundo o Banco Central, o diretor de Política Econômica, Carlos Viana de Carvalho, continuará participando da coletiva do relatório de inflação e fazendo a apresentação dos slides, podendo ainda responder a questões específicas sobre o relatório.

Continua após a publicidade

Caberá ao presidente do Banco Central falar sobre a condução da política monetária e responder perguntas da imprensa sobre o tema. O BC informa ainda que o evento será transmitido pelo canal da autarquia no Youtube.

Publicidade