Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

BC da Austrália corta juro por temer efeitos da crise na Europa

Por Wayne Cole

SYDNEY (Reuters) – O banco central da Austrália cortou a taxa básica de juros em 0,25 ponto percentual, para 4,25 por cento nesta terça-feira, já que o alívio na inflação doméstica permitiu que a autoridade monetária deixasse de lado parte do arsenal contra a crise de dívida que está engolindo a Europa.

O afrouxamento monetário implementado pelo BC australiano foi o segundo em muitos meses e veio depois que analistas cortaram as previsões para o crescimento econômico em meio à perspectiva cada vez mais ameaçadora para a economia global.

“O comitê concluiu… que a perspectiva para a inflação abriu espaço para uma modesta redução na taxa de juros”, disse o presidente do BC local, Glenn Stevens, em curto comunicado após o encontro mensal de política monetária do banco.

As preocupações com a Europa estiveram no centro da avaliação do banco. Stevens alertou que “a probabilidade de uma desaceleração mais concreta no crescimento global tem crescido”.

Ele notou que o comércio com a região asiática já está mostrando os efeitos do esfriamento na economia europeia, ao mesmo tempo que as condições de financiamento vêm apertando nos mercados mundiais.

“O corte é muito em função dos riscos globais e da potencial contaminação da Ásia e Austrália”, disse a economista sênior do RBC Capital Markets Su-Lin Ong.

“Prevemos outra redução de 0,50 ponto em 2012… O movimento para uma posição mais favorável é apropriado.”