Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

BC da Alemanha reduz previsão de crescimento em 2012

Por Álvaro Campos

Frankfurt – O banco central da Alemanha (Bundesbank) reduziu hoje a previsão de crescimento da economia do país em 2012 para 0,5% a 1%, ante estimativa de expansão de 1,8% feita em junho. A autoridade monetária reiterou que o país pode entrar em uma trajetória “pronunciada” de fraco crescimento, se a crise da dívida na zona do euro piorar.

“No geral, um enfraquecimento do crescimento econômico é esperado para o ano que vem. Assim, uma expansão da produção econômica de 0,5% a 1% no atual cenário parece realista”, diz o banco central no seu relatório mensal. O Bundesbank acrescentou que o crescimento provavelmente passará a depender da demanda doméstica, e não mais das exportações. Este ano, o crescimento do PIB deve ser de 3%. Em outubro, o governo alemão estimou uma expansão perto de 1% da economia em 2012.

O banco central também expressou uma postura crítica em relação ao recente acordo para um desconto (haircut) voluntário de 50% no valor dos bônus da Grécia. Embora reconheça que a participação do setor privado na reestruturação de uma dívida soberana é um elemento importante na união monetária, o Bundesbank disse que tal ação também “implica riscos”. Segundo a instituição, é preciso não elevar as expectativas de que o não cumprimento das metas fiscais leve a um perdão da dívida ou a uma flexibilização das exigências de consolidação orçamentária.

“A atual tendência de expandir o compartilhamento das obrigações, reduzindo assim os incentivos para que os Estados atinjam finanças públicas sólidas por conta própria, sem ao mesmo tempo um fortalecimento claro do direito de intervenção em orçamentos nacionais, leva a uma estrutura cada vez mais inconsistente para a união monetária”, diz o banco central. As informações são da Dow Jones.