Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

A complicada experiência da Fiat de lançar um carro no BBB

Falta de componente atrasou as linhas de montagem em 2021; Fiat Pulse foi entregue para a vencedora Juliette só em janeiro; carro também é prêmio este ano

Por Larissa Quintino Atualizado em 26 jan 2022, 18h14 - Publicado em 26 jan 2022, 12h05

O Big Brother Brasil, carro-chefe da Globo em faturamento de publicidade nos últimos anos, serve muitas vezes como reflexo para algumas discussões enfrentadas na sociedade — tanto que já virou caso de polícia algumas vezes e pauta para debates sobre racismo. Porém, além de movimentar a internet, o reality curiosamente também tem refletido um grande problema da economia brasileira atual: a dificuldade da indústria com a crise global de suprimentos.

No ano passado, a Fiat, do grupo Stellantis, — que é anunciante desde a primeira edição do BBB —  buscou inovar e lançar um modelo de carro na casa. O Fiat Pulse teve seu nome escolhido em uma dinâmica com os fãs do programa e fez parte do prêmio oferecido ao vencedor, junto com o 1,5 milhão de reais em dinheiro oferecido pela Globo. O veículo, apresentado em maio, entrou em pré-série em julho e só foi oficialmente lançado em outubro passado — uma demora creditada à escassez mundial de semicondutores, os chips responsáveis por fazer os sistemas de computação operar nos veículos.

Segundo a consultoria americana Auto Forecast Solutions (AFS), mais de 345 mil unidades de veículos deixaram de ser produzidas na cadeia automotiva brasileira no ano passado por causa da crise da cadeia de abastecimento dos chips. Com as paradas de produção e da logística devido à Covid pelo mundo, em especial, na China, seguidas por uma retomada forte da venda de computadores e eletroeletrônicos ainda em 2020, acabou se criando um gargalo de fabricação e transporte do volume de chips necessários para todos esses produtos. Com tantos setores fazendo encomendas ao mesmo tempo, a indústria automotiva ficou para o fim da fila no recebimento dos insumos, já que utiliza em sua grande maioria chips menos avançados e por terem cancelado pedidos no começo da pandemia.

Juliette, campeã do BBB 21, deu o carro do prêmio para seu irmão, Washington Feitoza
Juliette, campeã do BBB 21, deu o carro do prêmio para seu irmão, Washington Feitoza Instagram/@juliette/Reprodução

A campeã da edição passada do BBB, Juliette Freire, recebeu as chaves e as entregou como um presente para seu irmão, Washington Feitoza, apenas em janeiro, semanas antes de começar uma nova edição do programa. Neste ano, o vencedor do BBB irá levar o mesmo carro para casa. A Fiat também ofertou a SUV como prêmio na primeira prova do líder, vencida pelo ator Douglas Silva.

O lançamento do Pulse está cercado de polêmicas, e rendeu até uma notificação do Procon a empresa. Clientes que fecharam negócio na pré-venda em outubro mas tiveram o carro faturado só em dezembro foram surpreendido com aumento dos preços, tendo o valor do automóvel reajustado em até 4 mil reais. A justificativa da Fiat para o aumento para os clientes é a alta volatilidade do câmbio e as dificuldades no mercado de insumos. Atualmente, o Fiat Pulse varia de preço de 87.990 reais até 123.490 mil reais. 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês