Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Barril do Texas fecha em queda de 0,76%

Nova York, 21 nov (EFE).- O Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) para entrega em janeiro fechou nesta segunda-feira em baixa de 0,76%, aos US$ 96,92 por barril, em um dia marcado pela inquietação despertada pela crise de dívida na zona do euro e a falta de acordo do comitê bipartidário nos Estados Unidos para reduzir o déficit do país.

Ao término do pregão na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos de futuros do WTI caíram US$ 0,75 em relação ao preço de fechamento de sexta-feira.

O petróleo registrou esse descenso diante dos renovados temores sobre a crise da zona do euro depois que a agência de medição de risco Moody’s advertiu sobre a possível redução da perspectiva da classificação da França caso persistam os altos custos de financiamento de sua dívida.

Por outro lado, na Espanha, a rentabilidade de seus bônus a dez anos se situou em 6,55%, acima dos 6,38% registrados na sexta-feira passada, no primeiro dia após o contundente triunfo do conservador Partido Popular (PP) nas eleições de domingo.

Também influenciou na desvalorização do WTI o previsível fracasso das negociações do comitê de republicanos e democratas para reduzir o déficit dos EUA em US$ 1,2 trilhão antes de quarta-feira.

Os contratos de gasolina com vencimento em janeiro subiram US$ 0,01 e fecharam valendo US$ 2,48 por galão (3,78 litros), enquanto os de gasóleo para calefação com entrega também em dezembro encerraram em queda de US$ 0,04, aos US$ 2,99 por galão.

Já os contratos de gás natural para entrega também em dezembro subiram US$ 0,08 e terminaram o pregão cotados a US$ 3,39 por cada mil pés cúbicos. EFE