Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Barril do Texas fecha em alta de 0,15%

Nova York, 23 dez (EFE).- O Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) para entrega em fevereiro fechou nesta sexta-feira em alta de 0,15%, cotado a US$ 99,68 por barril, durante um dia marcado pelos dados macroeconômicos mistos nos Estados Unidos e pelo temor a problemas com o estoque por conta da violência no Oriente Médio.

Ao término do pregão na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos de futuros do WTI subiram US$ 0,15 em relação ao preço de fechamento de quinta-feira. Na semana, o petróleo apresentou um avanço de 6,57%.

A cotação dos futuros do WTI se viu pressionada em alta no início do dia, quando o Departamento de Comércio dos EUA informou que os pedidos de bens duráveis às fábricas do país aumentaram 3,8% em novembro, o maior aumento mensal desde julho.

No entanto, o mesmo departamento comunicou depois que a venda de casas novas no país aumentou em novembro 1,6% até um total de 315 mil em 11 meses de 2011, abaixo das 323 mil vendidas no mesmo período do ano passado, embora a progressão fosse a maior desde abril.

O petróleo do Texas também ficou mais caro por conta do temor de que haja problemas no estoque no Oriente Médio pela série de atentados que deixaram nas últimas 24 horas quase cem mortos em dois países produtores, a Síria e o Iraque.

Os contratos de gasolina com vencimento em janeiro subiram US$ 0,05 e terminaram valendo US$ 2,68 por galão (3,78 litros), enquanto os de gasóleo para calefação para o mesmo mês perderam US$ 0,01, negociados a US$ 2,89 por galão.

Já os contratos de gás natural para entrega também em janeiro fecharam em baixa de US$ 0,05, cotados a US$ 3,11 por cada mil pés cúbicos. EFE