Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Bancos japoneses emprestam 19 bilhões a países europeus

Portugal, Espanha, Grécia, Itália e Irlanda receberam o financiamento em junho

Por Da Redação 14 set 2011, 04h40

Os créditos concedidos pelos três principais bancos japoneses –Mitsubishi UFJ, Suimoto Mitsui e Mizuho– a Portugal, Espanha, Grécia, Itália e Irlanda alcançaram o valor de 19,034 bilhões de euros em junho, informou o jornal Nikkei nesta quarta-feira.

O montante é equivalente a 1,99 trilhão de ienes, 1% do balanço total de empréstimos dos três grandes grupos bancários japoneses, afirmou o Nikkei.

O grupo Mitsubishi UFJ, maior banco do Japão, é o mais exposto à crise da dívida europeia, já que conta com 2,5 bilhões de euros em bônus da dívida italiana e quase 810 milhões de euros em dívida espanhola, adquiridos através de companhias do grupo. O Sumitomo Mitsui tem por sua vez 2,2 milhões de euros em dívida desses cinco países da União Europeia (UE), enquanto o Mizuho não possui bônus dessas nações, segundo os dados apresentados pelas entidades bancárias.

O Japão manteve sempre sua intenção de dar apoio financeiro à Europa para contribuir para a estabilidade dos mercados. Em junho, o país comprou 1,1 bilhão de euros de bônus emitidos pelo Fundo Europeu de Estabilidade Financeira (EFSF) para financiar o primeiro desembolso do plano de assistência a Portugal, o que representou 20% dos bônus colocados nessa emissão. Além disso, no começo do ano o país asiático adquiriu uma percentagem similar dos bônus emitidos pelo EFSF para respaldar o resgate da Irlanda.

(com Agência EFE)

Continua após a publicidade

Publicidade