Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bancos gregos recebem fundos de recapitalização-fonte

Por Lefteris Papadimas e George Georgiopoulos

ATENAS, 28 Mai (Reuters) – A Grécia entregou 18 bilhões de euros (22,6 bilhões de dólares) para seus quatro maiores bancos nesta segunda-feira, disse uma autoridade, permitindo que os credores em dificuldades obtenham novamente acesso aos financiamentos do Banco Central Europeu (BCE).

O esperado investimento – via títulos do Fundo Europeu de Estabilidade Financeira – vai aumentar a base de capital quase esgotada do Banco Nacional, Alpha, Eurobank e do Banco Piraeus.

“Os fundos foram desembolsados”, disse um profissional do Fundo Helénico de Estabilização Financeira, que não quis ser identificado, à Reuters. O fundo foi criado para canalizar recursos do programa de resgate da Grécia para recapitalizar seus bancos cambaleantes.

O Fundo Helénico alocou 6,9 bilhões de euros para o National Bank, 1,9 bilhão de euros para o Alpha, 4,2 bilhões de euros para o Eurobank e 5 bilhões de euros para o Piraeus. Todos os quatro bancos devem reportar os resultados do primeiro trimestre nesta semana.

A notícia veio depois que dois oficiais do governo disseram à Reuters que a Grécia teria acesso a 3 bilhões de euros que restaram de seu primeiro programa de resgate, para cobrir gastos básicos do governo se os esforços para melhorar receitas fiscais falharem.

“Nossos esforços do Ministério de Finanças estão agora focados em melhorar as receitas”, disse um oficial à Reuters. Mas ele acrescentou que se esses esforços falharem, teriam que “examinar todas as alternativas, inclusive os 3 bilhões de euros do primeiro resgate”.

Os cofres do Estado grego estão no caminho para uma queda de mais de 10 por cento em receitas neste mês, afirmou um funcionário de alto escalão do Ministério das Finanças na semana passada. As autoridades haviam avisado que o Estado poderia ficar sem dinheiro para pagar pensões e salários no final de junho.